Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/01/2005 10:14

Artigo: Língua portuguesa, inculta e bela

Alcides Silva/O Jornal de Santa Fé do Sul

Língua portuguesa, inculta e bela
Alcides Silva

Eu computo, tu computas, ele computa?
Nenhum dos três. O verbo computar é defectivo. No presente do indicativo só se conjuga no plural: nós computamos, vós computais, eles computam. Substitua por: estou computando, estás computando, está computando. No subjuntivo não há problema: que eu compute, que tu computes, que ele compute.
Eu coloro (ó) ou eu coloro (ô)?
Nenhum dos dois. O verbo colorir é defectivo, não tem a primeira pessoa do singular do presente do indicativo e nem o presente do subjuntivo. Se precisar empregar esse verbo na primeira pessoa do presente do indicativo ou no subjuntivo presente, use o verbo auxiliar estar: estou colorindo – que eu esteja colorindo.
Eu delinquo ou eu delinco? Demulo ou demolo? Abolo ou abulo? Unjo ou ungo? Extorco?
Delinqüir – demolir – abolir – ungir e extorquir são verbos defectivos e, como observado no exemplo acima, não têm a primeira pessoa do singular do presente do indicativo e nem o subjuntivo presente.
Ele faliu antes e eu falo agora?
Falir é verbo defectivo e só se conjuga nas formas arrizotônicas e não possui nenhuma das pessoas do presente do subjuntivo. No indicativo presente só é conjugado na primeira e na segunda pessoas do plural (falimos – falis). Falo é presente do indicativo do verbo falar.
Afinal o que é defectivo?
Em Linguagem, é o vocábulo a que faltam formas flexionais que existem em outras palavras da mesma espécie. Em Gramática, defectivos são os verbos de conjugação incompleta. Em sua grande maioria, pertencem à terceira conjugação.
O termo defectivo é originário do latim deficio – defectivus, “o que tem falhas”, “o que possui defeito”. Não tem nada a ver com defecare, “lançar fora, expelir”.
Descomplicando: Todo verbo se compõe de duas partes: a raiz e a terminação. Raiz é a parte principal do verbo, geralmente invariável. Terminação são as últimas letras do infinitivo impessoal, geralmente o ar, o er ou o ir. Assim, raiz é o que sobra de um verbo no infinitivo impessoal sem a terminação: amar = am; dever = dev; aplaudir = aplaud; abençoar = abenç; adequar = adeq; passear = pass; anunciar = anunc.
Suprimindo o r do infinitivo impessoal, temos o radical ou tema. O radical é, pois, a própria raiz acrescida de uma vogal, à qual se dá o nome de vogal temática. Verbos da primeira conjugação, a vogal temática é um a; da segunda conjugação, um e; da terceira conjugação, um i.
Em certas formas verbais, o acento tônico cai na raiz verbal, como em amo, devo, aplaudo; em outras, é na terminação (vogal temática): amava, devemos, aplaudia.
Quando o acento tônico cair na raiz do verbo, chamamos de forma rizotônica (rizo = raiz); quando a acentuação for na vogal temática, denominamos de arrizotônica.
Resumindo: rizotônica, acentuação na raiz (louvo), arrizotônica, na vogal temática (louvemos).
Uma observação muito a propósito: a forma verbal rizotônica nunca é proparoxítona. Verbos como clinicar, datilografar, maquinar, medicar, silabar, telegrafar etc., devem ser conjugados: eu clinico, eu datilografo, eu maquino, eu medico, eu silabo, eu telegrafo etc.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)