Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/12/2009 07:09

Artigo: Enquanto discute algemas, famílias vivem terror

Prof. Rosildo Barcellos*

Enquanto se discute sobre a aplicação das algemas, a exposição e humilhação do
apenado, a reintegração dos mesmos na sociedade, várias famílias nesse natal
viveram momentos de medo,tensão,terror e tristeza. Situações iguais a essas
duas que eu vou reproduzir pulularam em várias partes do país:

A primeira notícia trata de uma pessoa que foi flagrado cometendo assaltos em
Abreu e Lima, Pernambuco, logo depois de receber o indulto de Natal. Ele
aproveitou o benefício para roubar veículos e motoristas. Em poucas horas, já
havia realizado três assaltos. No último deles, durante a fuga, o criminoso
provocou uma colisão entre um Celta, que estava sendo roubado, e um ônibus, no
km 49 da BR 101. A Polícia Rodoviária Federal foi acionada e, durante o
atendimento do acidente, o presidiário foi descoberto.

A segunda foi a de um homem que esperou 13 anos para vingar a morte de seu
filho, em São Carlos, no interior de São Paulo.Agnaldo de Souza Lima, de 62
anos, atirou no assassino de seu filho na manhã de sexta-feira (25) e logo
depois se entregou à polícia.O assassino do filho, Milton Batista, de 42 anos,
cumpria pena e estava em indulto de Natal. Por volta das 9 horas, Milton
brincava com o filho quando Agnaldo chegou atirando.Agnaldo está preso na
cadeia de São Carlos, no interior de São Paulo.

Quero fazer essa referência porque o saldo sangrento do Natal registrou
padrasto que matou enteado, irmão que matou irmão...vinganças e tragédias em
família nos dias que se procura paz e alegria.Isso sem contar nos inúmeros
acidentes de trânsito que poderiam ser evitados se todos tivessem tomado
cuidados extremamente simples que é o de não ingerir bebidas alcoólicas ; o de
respeitar os limites de velocidade e o de não realizar ultrapassagens em local
não permitido.

Acho que esses números e essas notícias tem de sensibilizar a todos. Não
podemos mais continuar assim.Sem a orientação de Deus, sem a união das famílias
e sem um projeto de ação para essa grande massa carcerária que não sabe o que
fazer quando sai dos presídios a não ser o de por em prática o que aprendeu lá
dentro. É um salve geral que deve ser um sinal vermelho para os dirigentes e
políticos mandatários de nosso país.Já evoluímos muito em várias áreas como por
exemplo: no salário mínimo, na respeitabilidade do nosso país para
investimentos; nos esportes mas falta algo singular que é a segurança
pública.

E por falar em salve geral, “Salve”, na gíria de criminosos paulistas,
significa “recado”, Esse é um bom momento para se iniciar reflexões sobre o
indulto de natal,que permite a concessão do benefício a presos condenados a até
oito anos de detenção que não tenham cometido crimes hediondos (como seqüestro,
terrorismo e tráfico de drogas) e tenham cumprido um terço da pena.Aliás é o
título de um filme nacional que, tem grande chance de fazer sucesso na
academia (Oscar 2010).

Lembra algo que pretendemos esquecer: O Dia das Mães de 2006, quando a cidade
de São Paulo esteve praticamente sitiada. Ataques a delegacias de polícia,
ônibus incendiados, ameaças a shoppings, metrô e aeroportos. Quem lidera a ação
é uma poderosa organização criminosa. No bojo desse caos está a viúva Lucia,
uma professora de piano, de classe média, que passa por dificuldades
financeiras e tem uma missão: dar a liberdade ao filho Rafael, que está preso
por ter se envolvido num incidente que terminou em fenecimento de uma vida.

Nas visitas ao filho na penitenciária, Lúcia conhece Ruiva, advogada do
Professor, líder do comando. A empatia entre as duas é imediata e Ruiva começa
a usar Lúcia em missões ligadas “empresa”. Lúcia precisa de dinheiro e por isso
vai aceitando chegar a tênue linha entre a legalidade e a criminalidade.

Concomitantemente, a crise entre prisioneiros e o sistema carcerário se agrava
e, numa demonstração de força, o governo transfere de uma só vez centenas de
presos de alta periculosidade para presídios de segurança máxima do interior
de São Paulo. A reação é imediata e tremenda. O Comando envia seu código:
Salve Geral. É uma interessante discussão para quem acha que a criminalidade
não está chegando a sua porta. Eu vejo o contrário...E que Deus nos acuda!

*articulista


O Cassilandianews não se responsabiliza por artigos com autoria

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)