Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/06/2010 10:30

Artigo de Manoel Afonso-Eleições: candidatos & discursos

Manoel Afonso


“Sobra cautela...falta ousadia”

Longe disso! A intenção não é questionar e comparar dicção, aparência, roteiro ou timbre de voz dos três candidatos ao Planalto. Aliás, todos eles deixam muito a desejar em termos de comunicação verbal. Parecem calouros se comparados com Fernando Collor, por exemplo.
Eleição sem discursos distintos e arrojados, perde o brilho. O discurso é uma somatória: deve sinalizar o plano de governo, ressaltar as mudanças pretendidas, sensibilizar o eleitor através da emoção, levá-lo inclusive à reflexão, mostrando o perfil do candidato e induzindo o eleitor a comparação com os concorrentes.
O discurso é uma faca de dois gumes: pode atrair ou espantar o eleitorado. Vai depender de uma série de fatores que exige a leitura precisa do momento da vida nacional e da própria campanha eleitoral, onde os movimentos dos adversários devem ser monitorados todo tempo.
Evidente que essa eleição difere das anteriores por várias razões: o fator Lula, o enfraquecimento dos partidos vinculados ao capitalismo (direita-centro), o cenário econômico local e a mesma origem (social democracia) de Dilma, Marina e Serra. É essa ausência de singularidade nas propostas – e o excesso de exposição técnica - que acabam ofuscando a construção de um discurso contundente que possa tocar a alma do eleitor.
“Ainda é cedo, estamos longe da campanha” – diriam alguns. Tudo bem! Mas é inegável que a ação dos candidatos têm se pautado mais pela cautela do que pela ousadia. Dilma - sem discurso próprio, ampara-se na muleta dos números indicativos do Governo Lula, e nada mais. Serra - também não empolga, não conseguiu corporificar a imagem de oposicionista, disposto a vencer ou morrer, bem a gosto do eleitor! Marina - permanece refém de seu passado partidário, pálida, sem argumentos que possam alargar sua trilha eleitoral. A tendência é perca ainda mais seu espaço no decorrer dos embates.
Neste cenário passivo, até parece que não existem temas a debater, problemas graves na saúde, previdência, segurança, educação e transportes. Sem contar as imperfeições das leis tributárias e eleitorais, cujas reformas são proteladas em prol do insaciável Governo. Cá entre nós: que falta faz aquele discurso contundente do Brizolla, empolgando platéias e acertando na veia dos adversários. De leve...
Manoel Afonso















O Cassilandianews não se responsabiliza por artigos ou opiniões com autoria

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)