Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/06/2004 10:43

Artigo: A voz em vários tons, inclusive no tom do amor

Patricia Balata

“A voz é o tato à distância”

Bonnier



A expressão acima já explicita o poder que o som da voz tem nas relações interpessoais e contestar tal verdade é negar a própria singularidade individual. Quantas vezes nos emocionamos ao falar com alguém querido e amado e sentimos o coração aquecido só ao ouvir os primeiros sons que logo identificamos como sendo daquela pessoa por quem a nossa lembrança urge por algum contato?

A voz tem o poder de atrair, de rechaçar, de assustar, de acolher, de emocionar...Ela é única assim como a nossa impressão digital e a íris dos olhos e se manifesta de diversas formas no exercício das nossas relações, modificando-se intencionalmente ou não, mas é claro que o que é genuíno carrega maior força emocional.

Vamos aos exemplos. Vamos a eles:

Nas relações profissionais, a voz define determinada ação como quando, por exemplo, estamos no exercício da autoridade. Ao darmos um comando ou exigirmos determinado cumprimento de algo a voz manifesta-se mais grave e com mais volume, com ritmo bem marcado e articulação das palavras bem definida, com se quiséssemos “dizer” sem precisar “falar” que esperamos que o “recado” tenha sido bem entendido para que seja cumprido sem maiores dúvidas ou delongas.

Nas relações entre pais e filhos, a voz também tem as suas características definidas de acordo com o contexto. Quando o pai está exercendo sua autoridade ou exigindo determinado comportamento, a voz também fica mais grave e mais intensa, podendo até ser estridente. A velocidade da fala tende a ser mais acelerada com articulação bem marcada e às vezes até exagerada para demonstrar que não se aceita contestações. Por outro lado, quando os pais estão envolvidos numa situação mais lúdica com a criança, eles também tendem a se infantilizar assim com a sua voz que além de infantil, o que popularmente chama-se de tatibitati, a voz também fica mais nasal, aguda e com a articulação um pouco imprecisa tal e qual uma criança em franco desenvolvimento da sua linguagem.

E nas relações amorosas. Ah, aí a voz flutua entre, interessantemente, rouca - já que tal qualidade em grau discreto pode insinuar sensualidade – até um pouco soprosa, ou seja, com um pouco de ar, como se a pessoa estivesse “arfando ou ofegando” discretamente (ou não!). Mas a voz também pode ficar regredida como nas relações entre pais e filhos, num apelo de sedução quase infantil, quando falamos com o ser amado como se fôssemos crianças nos momentos lúdicos da relação, afinal o amor não tem idade e nem pode recear ser ridículo. Aí a voz fica tão infantil quanto pode ficar anasalada para transmitir afeto, sensualidade, desejo, aconchego, calor, enfim, todos os substantivos que permeiam o que temos de mais sublime que é a nossa capacidade de amar.

Todos os predicados que podem estar contidos numa voz podem ser manifestos espontaneamente, mas também podem ser adquiridos, tal e qual um ator para compor determinado personagem. Evidentemente, estamos falando de um sentimento, o que prescinde que seja natural.

Se você deseja aperfeiçoar a arte de sedução, observe o quão diferente a sua voz se mostra nesses contextos ora explanados. Reconfeccione-os, sinta como estão sendo produzidos tais sons e “brinque” com o seu amor dando mais colorido às suas palavras, enriquecendo a sua mensagem, embriagando de bons ruídos os ouvidos de quem ama. Muito há para se falar desse poderoso instrumento musical que temos no nosso corpo - a voz, mas por enquanto o melhor mesmo é apenas deixar o coração falar...

Por Patricia Balata, diretora do Conselho Federal de Fonoaudiologia, especialista em voz

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)