Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/11/2011 18:00

Artigo: A viagem de cada um

João Bosco Leal

A viagem de cada um

\'Mas não tenho mais tanta pressa. Comecei a aprender a ser mais gentil com o meu passo. Afinal, não há lugar algum para chegar além de mim. Eu sou a viajante e a viagem\' - Ana Jacomo.

Lendo esse pensamento, fiquei admirado com a capacidade da autora de resumir, em poucas palavras, o que levamos muito para entender.

Décadas de erros e acertos, alegrias e tristezas, aproximações e afastamentos são necessárias para que se entenda a vida dessa maneira.

Procuramos coisas distantes, difíceis ou praticamente impossíveis de serem atingidas, sem prestar a mínima atenção naquelas de extrema importância, que já estão ao nosso lado.

Por cobranças no cumprimento de infindáveis regras sociais de como, onde e quando, muitos de nossos comportamentos são realizados contra a nossa vontade, na tentativa de agradar terceiros, ou a todos.

Somos extremamente críticos, buscamos a perfeição em tudo e em todos. Nossas ações nunca são satisfatórias para nós mesmos, que sempre entendemos poder ter feito mais, ganhado mais, corrido mais.

Mas para que? Que importância real teria, se algo tivesse acontecido de forma não idêntica, ou em tempo um pouco maior ou menor do que programado?

Muitas pessoas se aproximaram e compartilharam conosco de pouco ou muito da nossa viagem. Algumas nos alegraram e outras nos causaram sofrimento ou até nos provocaram ira.

Mesmo dos que já nasceram próximos a nós, alguns se afastaram, causando com isso tristezas ou alegrias, mas demoramos a entender que dos afastamentos que nos entristeceram, muitos poderiam ter sido evitados e foram provocados por nossa exclusiva responsabilidade.

Novos afastamentos ainda deverão ocorrer, mas as gentilezas - raramente realizadas-, ajudariam tanto nas oportunidades de nos reaproximarmos de alguns, como facilitariam a aproximação com outros.

Levamos décadas para termos a coragem de rir de nossos próprios erros, como rimos quando algo divertido ocorre com os outros. Sendo menos exigentes, poderíamos ter compartilhado de muitas alegrias, fazendo companhia aos que já estavam rindo, mesmo que naquele momento o motivo dos risos fôssemos nós.

Analisando o passado, não me lembro de nenhuma ocasião em que, mesmo tendo de correr bastante para um encontro agendado, alguém ganhou algo quando chegou antes do previsto, pontualmente, ou foi punido, por haver chegado um pouco mais tarde.

Muitos erros foram cometidos por todos, nas mais diversas áreas, mas percebo naqueles que já atingiram a maturidade, a tentativa fazer menos autocríticas, deixando de se penitenciarem por algo que tenha ocorrido e que atualmente não fariam. O mais importante é haver aprendido com eles, para que não se repitam.

Essa capacidade, que não se possui ou sequer é buscada na juventude, tranquiliza os que a têm, mas só é adquirida por aqueles já com muita experiência e menos ilusões.

Com as quedas aprendemos a levantar, nos tornamos diferentes, aprendemos a gostar de nós mesmos e só então, passamos a realmente poder gostar de outros.

Percebo só agora, o que deveria ter entendido antes, que nenhum objetivo na vida era mais importante que conhecer a mim mesmo.

João Bosco Leal










O Cassilandianews não se responsabiiza por artigos ou opiniões com autoria

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)