Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

26/04/2012 21:16

Artigo: A galinha, o porco e o eleitor brasileiro

Manoel Afonso

Uma análise oportuna do comportamento do eleitor brasileiro é compará-lo aos papeis reservados à galinha e ao porco na composição do tradicional ‘breakfast’ da mesa do cidadão americano. Vejamos:

A galinha tem o papel meramente participativo no resultado final (omelete) com o fornecimento dos seus ovos. Sua missão termina exatamente onde começou. Posiciona-se como uma eventual figurante desta cadeia de transformação alimentícia. Não é questionada sobre a qualidade do produto e também não se preocupa com as consequências e fatos afins. E assim ela segue a vida batendo asas com seu ‘corococó’.

Enquanto isso ao porco, cabe o papel excepcional e decisivo. Sua participação é marcada pela ‘efetiva entrega’ da própria vida, que acaba gerando o insubstituível toucinho. Sem ele, impossível compor a mesa de legítimo ‘breakfast’. Seu sabor é a marca inconfundível do bom omelete. Como se vê, o porco está realmente comprometido com esse ‘projeto alimentar’, digamos assim. Morre literalmente por ela!

Aí - você deve estar se antecipando com raciocínio conclusivo lógico: “onde o eleitor entra neste cenário?” Respondo: O exercício do voto no Brasil é obrigatório e o comparecimento é despido do sentimento de entrega, de efetivo envolvimento patriótico objetivando o bem estar da coletividade. O eleitor vota olhando apenas para o próprio umbigo e só leva em conta os benefícios pessoais e imediatos que possa auferir. Não tem a visão de grandeza ou de sacrifício.
Ora! Sem o sentimento de entrega verdadeira através do voto consciente, não há motivação para o exercício da vigilância e cobrança do que foi prometido em campanha Daí - para a adoção da passividade é um pulo!

No arremate a conclusão: o eleitor brasileiro continua muito mais identificado com a postura da galinha. Seria talvez por isso que não adotamos o ‘breakfast’ em nosso dia a dia? Estranha coincidência...

Manoel Afonso
(mcritica@terra.com.br).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)