Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Março de 2017

Últimas Notícias

29/06/2009 18:32

Arthur Virgílio se defende de acusações de revista

Agência Senado

O senador Arthur Virgílio ocupa a tribuna há cerca de duas horas para se defender das denúncias publicadas pela a matéria da revista IstoÉ deste fim de semana. De acordo com a reportagem, um assessor do líder tucano teria pedido US$ 10 mil emprestados ao ex-diretor-geral do Senado, Agaciel Maia, para sanar um problema com os cartões de crédito do parlamentar durante uma viagem ao exterior.

Segundo o senador, fontes ligadas ao ex-diertor-geral do Senado, Agaciel Maia, estariam espalhando calúnias contra ele. Ele apresentou uma série de documentos para comprovar os esclarecimentos prestados.

- Se eu tivesse que pedir dinheiro emprestado, ligava para um amigo rico - disse.

Denúncia contra José Sarney

Arthur Virgílio (AM) também leu denúncia que pretende apresentar ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado pedindo a investigação do presidente da Casa, José Sarney.

O líder do PSDB embasou seu pedido na série de escândalos no âmbito da administração do Senado, que atingiram os ex-diretores Agaciel Maia e João Carlos Zoghbi - este, envolvido na intermediação de empréstimos consignados a funcionários da Casa.

Para Arthur Virgílio, é grave o fato de um neto de Sarney, José Adriano Cordeiro Sarney, ser sócio de uma empresa que também atua no Senado a com intermediação de empréstimos consignados. No pedido de investigação contra Sarney, Arthur Virgílio enumerou diversas denúncias contra o atual presidente do Senado.

Presidindo a sessão, o 1º secretário do Senado, Heráclito Fortes, listou as providências tomadas pela Mesa do Senado para responder às diversas denúncias, entre elas a mudança de diretores e a divulgação dos atos secretos.

- Eu não jogarei minha biografia no lixo - disse Heráclito.

Tratamento médico da mãe

Arthur Virgílio anunciou que apresentará requerimento de informações sobre a legalidade do ressarcimento pago pelo Senado à sua mãe devido às despesas com tratamento de saúde. A revista IstoÉ afirma que o ressarcimento foi de aproximadamente R$ 700 mil.

Arthur Virgílio ressaltou que sua mãe não recebeu o ressarcimento por ser sua dependente, e sim viúva de ex-senador (o pai de Arthur Virgílio). Também disse que durante muitos anos ela nem sabia que poderia recorrer o Senado - e que só o fez após ser informada sobre isso por um amigo advogado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Março de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 22 de Março de 2017
21:53
Cassilândia
20:41
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)