Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/11/2005 08:28

Arroba cai ao produtor e sobe no atacado

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Enquanto o preço do boi ao produtor teve retração de 13,8% nos últimos 12 meses, no atacado o quilo do traseiro aumentou. Em outubro do ano passado, segundo dados da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), o pecuarista estava recebendo R$ 59,39 pela arroba bovina, na praça de Campo Grande. Já em outubro passado o valor médio fechou em R$ 51,23.

Os preços seguiam uma trajetória de alta em outubro último, chegando a negócios a R$ 57,00, mas acabaram despencando após a confirmação dos focos de aftosa em Eldorado e Japorã, a partir de 8 de outubro. Chegaram ao patamar de R$ 46,00 e na última semana voltou a subir, ficando em R$ 50,00.

A queda de preços no comparativo com o mesmo período do ano passado foi bem mais acentuada em Mato Grosso do Sul que em outros Estados, como é o caso de São Paulo. Em Presidente Prudente, de acordo com a Conab, os preços pagos ao produtor em outubro ficaram em R$ 56,49, quando em outubro do ano passado estava a R$ 60,93, recuo de 7,3%.

Já no atacado houve aumento de preços. No mês passado o quilo do traseiro era vendido, no mercado paulista, a R$ 4,56 quando em outubro de 2004 estava a R$ 4,49. O dianteiro subiu de R$ 2,76 a R$ 3,05. Em Campo Grande os preços ao consumidor subiram em outubro em até 11%, conforme mostrou o IPC (Índice de Preços ao Consumidor), elaborado pela Uniderp em parceria com a Unaes, Seplanct e Fipe.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)