Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/09/2004 13:19

Áreas indígenas de MS ganham mais R$ 1,1 milhão

Agência Saúde

O Ministério da Saúde, por meio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) vai investir ainda este ano, no Mato Grosso do Sul, R$ 1,1 milhão em obras a serem realizadas em áreas indígenas. Conforme o coordenador regional da Funasa de Mato Grosso do Sul, Gaspar Hickmann, com os recursos serão construídos sistemas de abastecimento de água em 32 aldeias localizadas em 16 municípios do estado.

Esses valores - acrescidos aos R$ 840 mil repassados por meio de convênios para as prefeituras municipais de Dourados, Tacuru e Japorã - totalizam um investimento de R$ 2 milhões por parte do governo federal naquele estado, em 2004.

"Com esses investimentos, a distribuição de água potável para as populações indígenas vai avançar ainda mais, melhorando significativamente a qualidade de vida da população indígena no estado e reduzindo as doenças de veiculação hídrica. Além disso, as obras proporcionam geração de empregos e distribuição de renda", explica Gaspar.

A escolha das aldeias beneficiadas começou a ser feita no segundo semestre de 2003, quando a Coordenação Regional (Core-MS) promoveu o planejamento participativo, reunindo-se com os Conselhos Locais de Saúde Indígena existentes nos 11 Pólos que a instituição mantém no interior de Mato Grosso do Sul.

Depois de levantar e sistematizar as principais demandas de cada aldeia, o resultado do trabalho foi submetido à apreciação do Conselho Distrital de Saúde Indígena (Condisi), que estabeleceu a ordem de prioridade na aplicação dos recursos.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)