Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/04/2006 14:18

Área de controle da febre aftosa não será ampliada

Rede Rural

O novo foco de febre aftosa constatado em Japorã, no Mato Grosso do Sul, não cria a necessidade de ampliação da área onde a transferência e o comércio de animais está interditada. O território sob controle é restringido pelos municípios de Mundo Novo, Japorã e Eldorado, que confirmaram os focos registrados em outubro do ano passado.

O Ministério da Agricultura informa que propriedade onde foi registrado o mais recente caso de febre aftosa possui 137 bovinos, sendo 3 com idade abaixo de 4 meses, 10 com idade entre 5 e 12 meses, 25 com idade entre 13 e 24 meses e 99 com idade acima de 24 meses. Todos os animais serão sacrificados.

Além disso, o Ministério ressalta que as ações sanitárias em Mundo Novo e Eldorado terão continuidade. N este momento, estão em execução as fases de introdução de animais sentinelas e de investigação sorológica para avaliação de circulação viral nos dois municípios.

Aumento das importações de adubo é bom sinal

Se a indicação de que as compras de adubos químicos crescerão consideravelmente este ano serve para prever que a área plantada ou a produtividade das lavouras será maior em 2006, pode-se esperar que o Brasil terá boa safra. As importações brasileiras de fertilizantes aumentaram 20,3% até a segunda semana de abril em comparação com o mesmo período do ano passado.

A informação é do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. No geral, em todos os produtos analisados, as importações brasileiras cresceram em abril e estão, neste período, 32,1% maiores que a média diária registrada em abril de 2005, quando as compras no exterior chegaram a US$ 266,6 milhões.

No acumulado do primeiro trimestre, as importações registraram aumento de 20,2% na comparação com o primeiro trimestre de 2005. As importações em abril somam US$ 3,170 bilhões, com média diária de US$ 352,2 milhões.

Governo compra safra de produtores familiares do Semi-Árido

O Ministério Desenvolvimento Social e Combate à Fome comprará a produção de agricultores familiares em 73 cidades do Semi-Árido nordestino. Das 263 propostas encaminhadas por municípios da região, 73 foram selecionadas para o programa de compra direta da agricultura familiar.

O Ministério tem R$ 9,6 milhões para apoiar esses projetos e explica que os recursos serão utilizados pelas prefeituras para a compra da produção de agricultores cadastrados em cada região. Os alimentos serão distribuídos a entidades beneficentes também cadastradas nos municípios.

A partir de hoje (24), as pre feituras selecionadas receberão ofícios contendo orientações sobre a assinatura de convênio com o Ministério. Entre as orientações estão informações sobre as datas e os locais das reuniões técnicas que o governo realizará em três capitais do Nordeste – Fortaleza (CE), Salvador (BA) e João Pessoa (PB).

A lista dos 73 projetos contemplados, por atenderem aos critérios exigidos, pode ser conferida no endereço eletrônico www.mds.gov.br.

Conama defende Plano Nacional de Áreas Protegidas

O Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) pretende enviar à presidência da República uma recomendação para que se crie por decreto o Plano Nacional de Áreas Protegidas (PNAP). O plano e a recomendação ao governo federal foram votados na 47ª Reunião Extraordinária do Conselho realizada semana passada em Curitiba.

Elaborado pelo Ministério do Meio Ambiente após consultas púb licas, o documento define objetivos, metas e estratégias até 2015 para integração e manejo de unidades de conservação, terras indígenas e quilombolas e outras áreas protegidas. Somadas, essas áreas representam quase metade do território nacional.

"Há uma área muito expressiva do território nacional totalmente dedicada à conservação da biodiversidade, que depende de um plano nacional para que sua proteção obedeça a uma estratégia compartilhada por todos os envolvidos direta ou indiretamente", destaca o presidente do Conama, Nilo Diniz.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)