Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

18/02/2016 12:30

Árabes vão comprar carne de 9 frigoríficos de Mato Grosso do Sul

Midiamax

A Arábia Saudita, maior produtor mundial de petróleo, habilitou importação de carne, in natura e industrializada, de nove frigoríficos sul-mato-grossenses. As negociações devem ser concretizadas até o final de fevereiro.

A autorização, divulgada pelo governo estadual, afirma que a SFDA (Sigla para Autoridade Saudita de Alimentos e Medicamentos) habilitou ao todo 49 frigoríficos brasileiros a exportar carne para o Oriente Médio.

Dados divulgados pelo governo, afirma que as indústrias frigoríficas esperam alcançar com as exportações para os sauditas cerca de US$ 46 milhões neste ano, o equivalente a R$ 168 milhões (com a cotação do dólar na casa dos R$ 4).

O potencial para os próximos anos, de acordo com cálculos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), chega a US$ 74 milhões. Para a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne, esse é um mercado com grande potencial: o país consome anualmente 108 mil toneladas de carne (85% são importadas), com expectativa de aumentar o consumo em até 8% até 2019.

Suspenso desde 2012, depois de um caso atípico da doença da vaca louca, as exportações brasileira para o mercado saudita foram reabertas após negociações entre o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) com o Ministério da Agricultura do Reino da Arábia Saudita.

Apenas em 2014, os sauditas gastaram cerca de US$ 355 milhões (quase R$ 1,5 bilhão) na importação de quase 100 mil toneladas de carne, o que equivale a quase 10% da exportação brasileira de carne bovina, estimada em 1,1 milhão de toneladas/ano.

O governo estadual divulgou que foram habilitadas as exportações de três unidades JBS, sendo duas de Campo Grande e uma de Naviraí, duas unidades Marfrig, em Bataguassu e Porto Murtinho, do frigorífico Total, de Paranaíba, Minerva, de Batayporã, Vale Grande, de Iguatemi e Mataboi, de Três Lagoas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)