Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/03/2007 20:00

Aquecimento já diminui colheitas, diz estudo

24 horas news

O aquecimento global também provocou uma perda na colheita de produtos essenciais para a dieta dos seres humanos em todo o planeta, revelou hoje um estudo divulgado pela revista "Environmental Research Letters".

Segundo pesquisadores da Instituição Carnegie e do Laboratório Nacional Lawrence Livermore, nos Estados Unidos, o aumento das temperaturas significou uma perda de US$ 5 bilhões.

Entre 1981 e 2002, o aquecimento global reduziu a produção combinada de trigo, milho e cevada em cerca de 40 milhões de toneladas ao ano.

Segundo os cientistas, o estudo demonstra que a redução é originada pelo aquecimento global causado pela atividade humana no planeta, e que seus efeitos são imediatos.

"A maior parte das pessoas pensa que a mudança climática é algo que terá um impacto futuro", afirmou Christopher Field, um dos autores do estudo e diretor do Departamento de Ecologia Global da Instituição Carnegie.

"Esse estudo constata que o aquecimento registrado nas últimas duas décadas já tem conseqüências reais na provisão alimentícia mundial", acrescentou.

A conclusão dos cientistas se baseou em um estudo comparativo de números de produção gerados pela Organização da ONU para a Agricultura e a Alimentação (FAO) e a quantidade de chuva nas principais regiões agrícolas do mundo.

Os cientistas afirmam que as colheitas de vários produtos responderam negativamente às temperaturas mais altas e se reduziram entre 3% e 5% por cada grau Fahrenheit de aumento (0,17 graus Celsius).

"Embora o impacto seja relativamente menor comparado com o aumento da produção devido ao progresso tecnológico, os resultados demonstram que os efeitos negativos estão se fazendo sentir", disse David Lobell, outro dos autores do estudo e cientista do Laboratório Nacional Lawrence Livermore.

Os cientistas concentraram sua investigação nas colheitas mundiais de trigo, arroz, milho, soja, cevada e sorgo, que representam perto de 55% das calorias não derivadas da carne consumidas pelos seres humanos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)