Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

29/09/2006 06:38

Aprovados em concurso público para juiz impetram MS

STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu Mandado de Segurança (MS) 26163 impetrado por seis candidatos aprovados no VII concurso público de provas e títulos para juiz de direito substituto do Amapá contra decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que anulou o certame em agosto último.

Os candidatos que impetraram o MS alegam que o autor da representação no CNJ, seria um “suposto” estudante sem nenhum interesse administrativo ou qualquer vínculo com o concurso, já que nem foi inscrito, servindo apenas de “barriga de aluguel” de pessoa oculta insatisfeita com a reprovação na seleção.

Argumentam ainda, que os princípios constitucionais do contraditório e da ampla defesa foram lesados, uma vez que, não houve prazo para o Tribunal de Justiça do Amapá (TJ-AP) e os candidatos se manifestarem. Além disso, segundo consta no pedido, o relator do processo no CNJ não mencionou em nenhum momento as defesas apresentadas pelos candidatos que rebatem as acusações do “suposto” estudante. Ele teria levantado um possível favorecimento aos aprovados por serem todos amapaenses e possuírem algum vínculo com o TJ-AP.

Liminarmente, os candidatos pedem a suspensão dos efeitos da decisão do CNJ. No mérito, solicitam a concessão da segurança para que o concurso possa prosseguir com a sua homologação e posse dos aprovados. A ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha analisará o pedido.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)