Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

05/07/2006 06:52

Aprovado projeto que dá transparência aos vestibulares

Agência Senado

O Senado Federal aprovou, nesta terça-feira (4), projeto que pretende conferir mais transparência aos processos seletivos para ingresso em cursos superiores de graduação, os chamados vestibulares. O projeto (PLC 89/2005), de autoria do deputado Lobbe Neto (PSDB-SP), acrescenta ao artigo 44 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB - Lei 9.394/1996) parágrafo que estabelece que as instituições de ensino superior serão obrigadas a divulgar a relação nominal dos classificados e a ordem de classificação, bem como o cronograma de chamadas para matrícula, de acordo com os critérios para preenchimento das vagas constantes do edital.

O deputado Lobbe Neto argumenta, na justificação do projeto, que os estudantes, na busca por uma vaga, enfrentam uma disputa acirrada nas carreiras mais procuradas, e se submetem a processos de admissão em várias instituições. Com freqüência, têm dificuldade de obter com clareza informações sobre seus resultados, sua classificação no conjunto dos candidatos e sobre a perspectiva de serem ou não chamados para matrícula. "Ficam, enfim, sujeitos a eventuais e indesejáveis manipulações", diz o deputado.

O senador Roberto Saturnino (PT-RJ), que foi relator da proposta na Comissão de Educação (CE), apresentando voto pela sua aprovação, ressaltou que a modificação na LDB se faz pertinente, pois o artigo 44 estabelece que o acesso aos cursos de graduação, aberto a candidatos que tenham concluído o ensino médio, depende de classificação em processo seletivo. A lei, contudo, prosseguiu ele, não detalha os requisitos a serem cumpridos na seleção.

"Ao determinar que as listas nominais de aprovados, com suas respectivas classificações, e os cronogramas de chamada para matrícula sejam públicos, o projeto de lei do deputado efetivamente contribui para assegurar maior transparência em tais processos seletivos", diz Saturnino em voto.

O projeto vai à sanção presidencial.

Raíssa Abreu / Repórter da Agência Senado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)