Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/04/2005 07:51

Aprovadas medidas para troca de produto defeituosos

Agência Câmara

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Federal aprovou na última quarta-feira (13) o Projeto de Lei 612/95, do ex-deputado Jorge Anders, que obriga o comerciante a substituir os produtos com defeito até 30 dias depois da entrega. A medida altera o Código de Defesa do Consumidor (Lei 8078/90). Se o defeito for verificado depois desse prazo, o fornecedor fica obrigado a encaminhar os produtos à assistência técnica para que sejam reparados no prazo máximo de 15 dias.

Proteção
Hoje, o Código de Defesa do Consumidor já garante a substituição do produto, a restituição da quantia paga ou abatimento no preço, se no prazo de 30 dias o defeito não for sanado pela assistência técnica.
O relator da proposta, deputado Luiz Bittencourt (PMDB-GO), acredita que o projeto reforçará esse direito. "Ao criarmos um dispositivo legal que obrigue o comerciante a trocar imediatamente qualquer produto que apresentar defeito, estaremos reconhecendo a vulnerabilidade do consumidor e dando-lhe proteção adequada contra produtos de má qualidade", disse. "Estaremos também estimulando os comerciantes a selecionarem com cuidado os produtos que oferecem ao consumo e impondo aos fabricantes o objetivo de produzir bens de alta qualidade."

Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo seguirá agora para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Reportagem - Oscar Telles
Edição - Noéli Nobre

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)