Cassilândia, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

21/02/2008 19:13

Aprovada redução de faixa de fronteira de MS ao RS

Agência Senado

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado (CCJ) aprovou nesta quinta-feira (21) proposta de emenda à Constituição (PEC 49/06) que reduz de 150 quilômetros para 50 quilômetros a largura da faixa de fronteira dos estados brasileiros fronteiriços com outros países, de Mato Grosso do Sul até o Rio Grande do Sul.

Na proposta original, o autor da PEC, senador Sérgio Zambiasi (PTB-RS), também defendeu a redução da faixa de fronteira na região amazônica. Mas o relator, senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA), apresentou emenda, mantendo os atuais 150 quilômetros de largura nesse caso. Como justificativa à manutenção do limite, ele lembrou que a região Centro-Norte possui baixo povoamento nas fronteiras, relativa ausência do Estado, além da presença de recursos naturais cobiçados no exterior.

Senadores presentes à reunião enalteceram a proposta, a exemplo de Pedro Simon (PMDB-RS). Ele informou que o próprio presidente Luiz Inácio Lula da Silva já se manifestou favorável à redução da faixa de fronteira. E lembrou que a faixa de fronteira na divisa entre o Rio Grande do Sul e o Uruguai atinge um total de mil quilômetros de extensão, o que, observou, inviabiliza novos investimentos. É que esse pedaço de terra, de acordo com a Constituição, está ligado à defesa nacional, para proteção do país contra eventuais ataques de forças estrangeiras.

Ao justificar a PEC, Sérgio Zambiasi disse que a manutenção dos atuais 150 quilômetros de faixa de fronteira "está em descompasso" com a realidade internacional, "indo de encontro à integração regional e à construção de blocos econômicos".

A proposta segue agora para votação em Plenário.


Cláudio Bernardo / Agência Senado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 21 de Janeiro de 2017
20:55
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Sexta, 20 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)