Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/05/2004 09:42

Aprovada MP sobre indenizações do regime militar

Agência Câmara

O Plenário aprovou há pouco a MP 176/04, que modifica a lei que concede indenização a familiares de pessoas mortas pelo sistema de repressão do regime militar para incluir novos casos de indenização. A relatora da matéria, deputada Janete Capiberibe (PSB-AP), apresentou parecer pela aprovação do texto encaminhado pelo Executivo. A matéria agora será enviada ao Senado.
Pela MP aprovada, serão considerados mortos por motivação política os falecidos, no período de 2 de setembro de 1961 a 5 de outubro de 1988, em virtude de repressão policial sofrida em manifestações públicas ou em conflitos armados com agentes do poder público e aqueles que tenham falecido em decorrência de suicídio praticado na iminência de serem presas ou em decorrência de seqüelas psicológicas resultantes de atos de tortura praticados por agentes do poder público.

Casos não atendidos
A Lei 9140/95, que concedeu direitos aos familiares de pessoas desaparecidas ou mortas em dependências policiais, por motivação política, beneficia apenas os casos ocorridos entre 2 de setembro de 1961 e 15 de agosto de 1979. A comissão especial criada para analisar os pedidos de indenizações recebeu 366 solicitações. O Governo brasileiro pagou 280 indenizações.
Com a promulgação da Lei 10536/02, que alterou dispositivos da Lei 9140/95, ampliou-se período para o reconhecimento de mortos e desaparecidos políticos até 5 de outubro de 1988. A nova lei estabeleceu ainda o prazo de 120 dias para apresentação de novos requerimentos, a partir da publicação da lei. Com o novo prazo para apresentação de requerimentos de indenização, foram apresentados 106 requerimentos. Parte das solicitações, porém, envolve pessoas que foram mortas em razões de situações não abrangidas pela lei vigente. São pessoas que foram assassinadas em passeatas e manifestações de rua ou que cometeram suicídio fora das dependências policiais, após período de prisão e maus tratos. Há também casos de pessoas que faleceram em casa em decorrência dos ferimentos sofridos durante a prisão. Todas essas pessoas ficaram fora dos benefícios concedidos pela Lei 9140/95.
O objetivo da medida provisória é amparar as últimas ocorrências de desaparecimentos ou mortes não enquadráveis nas leis 9140/95 e 10536/02.

Recursos
A estimativa é de que a nova lei provocará a apresentação de aproximadamente 120 novos pedidos de indenizações. O Governo prevê que será necessária uma suplementação orçamentária de R$ 10 milhões para o pagamento de indenizações, busca de restos mortais, diligências e exames de DNA.

Prazos
De acordo com a MP, os familiares terão 120 dias a partir da edição da medida (24/03/04) para apresentar documentos e informações à comissão especial responsável por examinar os pedidos. Ela passará a funcionar na Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República e não mais no Ministério da Justiça.



Reportagem - Paulo Cesar Santos
Edição – Patrícia Roedel



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)