Cassilândia, Quinta-feira, 01 de Outubro de 2020

Últimas Notícias

07/10/2003 09:30

Aprovada licença por adoção para Ministério Público

Agência Câmara

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara Federal aprovou o Projeto de Lei Complementar 334/02, da Procuradoria Geral da República, que aumenta o período de licença dos integrantes do Ministério Público da União, em decorrência de adoção ou obtenção da guarda judicial de criança de até quatro anos de idade.
Atualmente, a licença nesses casos é de 30 dias, independentemente da idade da criança. Pelo texto original da proposta, no caso de criança de até um ano de idade, o prazo aumenta para 120 dias; entre um e quatro anos, o prazo será de 60 dias; e entre quatro e oito anos, de 30 dias. A licença será iniciada a partir da apresentação de termo judicial de guarda e responsabilidade.

CINCO DIAS PARA HOMEM
O relator, deputado Tarcisio Zimmermann (PT-RS), apresentou substitutivo ao projeto para unificar suas normas às da Consolidação das Leis do Trabalho. De acordo com o novo texto aprovado pelo comissão, o integrante do Ministério Público do sexo masculino terá direito a cinco dias consecutivos de licença pelo nascimento, adoção de filho ou obtenção de guarda judicial de criança. Para as mulheres, o período será de 120 dias se a criança tem até um ano de idade; de 60 dias se a criança tem entre um e quatro anos; e de 30 dias se a criança tem entre quatro e oito anos de idade.

A proposta seguiu para exame da Comissão de Constituição e Justiça e de Redação. De lá, seguirá para votação pelo Plenário da Câmara.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 30 de Setembro de 2020
17:50
Ituiutaba, Minas Gerais: confira o boletim coronavírus desta quarta-feira
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Terça, 29 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)