Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/04/2005 13:45

Apreensivos, produtores esperam decreto com rapidez

Campo Grande News

Produtores rurais de municípios afetados pela estiagem esperam com apreensão o trâmite até que seja homologado pelo governo federal o decreto de emergência, assegurando prorrogação de dívidas que já estão vencendo.
O presidente do Sindicato Rural de Dourados, Gino José Ferreira, ressalta que naquele município, o maior produtor de grãos do Estado, cerca de 90% dos produtores recorreram a algum tipo de financiamento junto ao Banco do Brasil. A prorrogação dos vencimentos de parcelas junto ao BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Sustentável) depende do reconhecimento do estado de emergência pelo Ministério do Desenvolvimento Regional.
Em Dourados as perdas na soja, cerca de 186 mil hectares plantados, se aproximam de 50%. O milho safrinha, 80 mil hectares aproximadamente, teria amargado 100% de quebra, segundo Gino.
“Tem muita gente endividada e dependendo da aplicação da norma de prorrogação. Neste momento tão difícil que o produtor passa espera estamos confiantes no poder público”, diz.
O produtor José Tarso Rosa destaque que o decreto de emergência é de fundamental importância para negociação de dívidas contraídas pelo produtor rural. As perdas em sua lavoura, de 1 mil hectares, chegam a 60%. Sem a produção que previa, os agricultores têm dificuldades para honrar compromissos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)