Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

05/02/2010 13:00

Apreensão de pescado no Estado dobrou no último mês

Campo Grande News/ Aline dos Santos

A apreensão de pescado em Mato Grosso do Sul passou de 520 quilos para 1,3 tonelada nos últimos 30 dias (5 de janeiro a 5 de fevereiro).

Desde novembro (início do período de reprodução dos peixes), a PMA (Polícia Militar Ambiental) prendeu 47 pessoas. Somente no último mês foram 15 prisões.

Segundo a polícia, os presos vão responder a processo criminal e poderão, se condenados, pegar pena de 1 a 3 anos de detenção. Nesta piracema, foram apreendidos 1347 anzóis de galho, número que já supera as apreensões do último período de defeso, quando foram apreendidos 1092 unidade. O período de defeso termina no próximo dia 28.

A maior apreensão foi realizada ontem pela PMA de Coxim, que apreendeu 314 quilos de pescado na pousada “Cachara Recanto Paraíso”, no município de Sonora.
Após uma busca realizada no interior da mata ciliar do rio Piquiri, os policiais encontraram 200 quilos de pescado resfriados, em um freezer no meio da mata.

Na pousada, que pertence a Júlio Rubens Berribille, foram encontrados mais 114 quilos de pescado das espécies pintado e cachara. Os peixes apresentavam sinais de terem sido capturados com o emprego de petrechos proibidos (redes). O dono da pousada foi liberado após pagamento de fiança.

Estoque - Também foram apreendidos 2.062 quilos de pescado por falta de declaração de estoque. Para as peixarias, as regras estão mais rígidas, na tentativa de impedir a retirada de peixes dos rios para a comercialização.

Até esta piracema, os donos de peixarias eram obrigados somente a declarar o estoque, mas não tinha previsão de apreensão do pescado.
Agora, a apreensão ocorre mesmo se o pescado tiver nota fiscal que comprove origem anterior ao período de defeso.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)