Cassilândia, Terça-feira, 30 de Maio de 2017

Últimas Notícias

25/05/2009 17:17

Aposentados fazem vigília no plenário da Câmara

Iolando Lourenço , Agência Brasil

Brasília - Cerca de 600 aposentados e pensionistas tomaram conta hoje (25) do plenário da Câmara e das bancadas dos deputados em vigília para sensibilizar deputados e senadores a derrubarem o veto presidencial a um projeto de lei, que reajustou as aposentadorias e pensões em 16,67%, em 2006. O dispositivo foi vetado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Com isso, os aposentados e pensionistas de todo o Brasil lutam pela derrubada desse veto, que consequentemente restabeleceria o aumento dos benefícios, em valor igual ao do salário mínimo, que foi pago aos trabalhadores naquele ano.

Na parte da manhã, a Câmara realizou uma sessão solene em homenagem ao Dia do Aposentado. Após a solenidade, os participantes recusaram-se a deixar o plenário, impedindo, assim, a realização da sessão ordinária da Câmara, prevista para as 14h. Diante do impasse, o deputado Júlio Delgado (PSB-MG) tentou convencer os manifestantes a deixarem o plenário e seguirem para as galerias das Câmara.

Como não foi atendido, Delgado pediu o encerramento da sessão, alegando que não havia o mínimo de 51 deputados na Casa, necessário para a abertura da sessão. O deputado foi atendido pelo presidente em exercício da Mesa, deputado Mauro Benevides (PMDB-CE).

De acordo com Júlio Delgado, embora amanhã (26) esteja prevista sessão do Congresso Nacional (reunindo senadores e deputados), o veto de interesse dos manifestantes não consta da pauta de votações. O senador Paulo Paim (PT-RS), que está também participando das negociações, prometeu conversar com o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), para tentar incluir esse veto na pauta.

Os aposentados também querem a votação, pela Câmara, de um projeto de Paim, que acaba com o chamado fator previdenciário para as aposentadorias e pensões, que reduz o valor dos benefícios na oportunidade da aposentadoria.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 30 de Maio de 2017
Segunda, 29 de Maio de 2017
10:00
Receita do Dia
Domingo, 28 de Maio de 2017
Sábado, 27 de Maio de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)