Cassilândia, Domingo, 27 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

22/10/2003 13:42

Aposentado pode pedir empréstimo com desconto em folha

Agência Brasil

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) poderão solicitar empréstimos com desconto na folha de pagamento de benefícios somente aos bancos conveniados ao INSS. A quitação do financiamento será feita mensalmente, incidindo a parcela de pagamento diretamente sobre o valor total do benefício. Na edição do Diário Oficial de hoje (22) foi publicado o decreto presidencial 4.862, que regulamenta a medida em seu artigo 154.

O crédito em consignação a segurados da Previdência e a trabalhadores foi criado pela medida provisória 130, assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, publicada em 18 de setembro de 2003 no Diário Oficial da União. O decreto 4.862 deixa claro que apenas pessoas que recebem os chamados benefícios fixos, aposentadoria e pensão por morte, estão contemplados pela medida.

De acordo com o decreto, o INSS terá 30 dias, a contar de hoje, para disciplinar por meio de ato próprio, as condições necessárias para a operacionalização do desconto. Segundo o decreto, o desconto mensal para pagamento dos empréstimos não poderá superar 30% do valor do benefício dos segurados. Os pensionistas e aposentados interessados nesse tipo de empréstimo terão que autorizar expressamente o desconto das parcelas.

Como a legislação determina que somente os bancos conveniados com o INSS podem efetuar os empréstimos, os segurados poderão mudar de banco antes da realização da operação financeira. Depois de tomarem o empréstimo, aposentados e pensionistas terão de receber os benefícios da Previdência no banco onde tiverem saldo devedor, ficando impossibilitados de mudar o recebimento dos valores previdenciários para outra instituição bancária.

O decreto regulamenta, ainda, parte da lei 10.965, de 10 de julho passado, que determina a concentração do pagamento de benefícios previdenciários entre o 1º e 5º dia útil do mês a partir de 1º de abril de 2004. Atualmente, os benefícios são pagos entre o 1º e o 10º dia útil. O decreto também regulamenta a lei 10.710, de 5 de agosto de 2003, que transfere às empresas a execução do pagamento do salário maternidade de suas empregadas, valores que deverão ser compensados na contribuição previdenciária das empregadoras. A determinação de que as empresas concedam e paguem esse benefício está em vigor desde 1º de setembro passado.

As informações são do Ministério da Previdência Social.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Sábado, 26 de Setembro de 2020
07:28
Cassilândia/São José do Rio Preto
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)