Cassilândia, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

04/03/2015 10:42

Após troca de farpas, Fetems e Assomasul negociam acordo

Campo Grande News

O pagamento de piso salarial dos professores das redes municipais de ensino será negociado, nesta quarta-feira (4), entre a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação do Mato Grosso do Sul) e a Assomasul (Associação dos Municípios do Mato Grosso do Sul). A reunião ocorre, a partir das 10h, na sede da federação.

As instituições trocaram farpas, no fim do mês passado, após recomendação da Assomasul de não cumprimento de reajuste de 13,01%, caso as prefeituras apresentassem comprometimento de receita líquida de 52% com gastos de pessoal. O limite está previsto na LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) que a partir desse patamar veda concessão de reajustes e novas contratações.

Para o presidente da Fetems, Roberto Magno Botareli, faz-se necessário que as prefeituras realizem reforma administrativa para não “penalizar o professor que tem piso nacional de R$ 1917,78 que deve ser validado”.

Uma das propostas a ser apresentada pela federação é a criação de comissão mista com a Assomasul. Esta teria por objetivo estabelecer plano de cargos e carreiras mínimo para ser aplicado pelos municípios.

Por outro lado, Botareli pontua que muito se avançou na educação ao se implementar o piso nacional para jornada de 20 horas na rede estadual e nas cidades de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas e Itaporã.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 22 de Fevereiro de 2017
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)