Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/05/2010 08:08

Após mais de 9h acorrentada, mãe abandona Universal

Campo Grande News/ João Humberto e Danúbia Burema

Depois de permanecer mais de 9 horas acorrentada em frente à Igreja Universal do Reino de Deus, no centro de Campo Grande, Sueli Ferreira de Moura abandonou o local e foi para sua casa exatamente às 21h15 de ontem, quando o último membro saiu do templo e as luzes da igreja foram apagadas.

Ela acusa a Igreja Universal de ter feito lavagem cerebral e explorado o seu filho, um adolescente de 17 anos. A mãe disse que nunca pediu para o jovem sair da igreja, mas que não vivesse sendo explorado, dando tudo o que era dele e da família para pastores.

Uma conselheira tutelar que também é obreira da Universal telefonou para Sueli e disse que em breve ela será convocada a prestar depoimento sobre o protesto. Ela afirmou que há 15 dias foi ao Conselho e chegou a ser atendida pela mesma conselheira, só que a profissional, segundo a mãe, não fez nada.

Em todo o tempo que ficou em frente à Universal, Sueli contou com o apoio de amigas. Uma delas disse ao Campo Grande News que em nenhum momento um obreiro ou bispo da igreja foi conversar com elas.

Informada de que o filho talvez fosse encaminhado ao Conselho Tutelar, Sueli ficou desesperada e clamou por uma advogado em frente à igreja. Horas depois, dois funcionários do serviço de acolhimento da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) chegaram ao local, não quiseram se identificar, e tentaram convencer o adolescente a ir para um abrigo passar a noite e jantar.

Aos gritos, Sueli contestou a ação, afirmando que os profissionais estavam ali para induzir seu filho a ir para um abrigo de mendigos. Bastante abalado com o estado emocional da mãe, o jovem prometeu ir para casa, mas demonstrou muita preocupação com Sueli.

O adolescente foi embora para casa na Kombi da SAS, com a promessa de que chegaria ao destino onde mora com a mãe. Uma psicóloga esteve no local conversando com Sueli.

Sueli afirmou que amanhã à tarde irá procurar novamente o Conselho Tutelar para que o órgão a auxilie a reconduzir o filho a uma vida normal. O adolescente já está em casa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)