Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/07/2008 14:37

Após duas mortes por meningite, busca por vacinas cresce

Bianca Cegati - Campo Grande News

Com o aumento da incidência de casos de meningite devido ao inverno e à baixa umidade do ar, a procura pelas vacinas que imunizam contra a doença e não são oferecidas no calendário nacional de vacinação tem crescido em Campo Grande.

Somente na Santa Casa da Capital foram registradas duas mortes de crianças menores de seis anos em menos de duas semanas em função da doença. E até a semana passada pelo menos quatro pessoas já haviam dado entrada no hospital com quadro de meningite. Na última contagem do Ministério da Saúde, no ano de 2006, 267 casos foram confirmados em Mato Grosso do Sul.

Apesar de algumas das vacinas fornecidas pelo governo federal gratuitamente, como a Triviral, a BCG e a Anti-haemophilus, imunizarem contra alguns tipos de meningites, dois dos tipos mais perigosos da doença só são prevenidos por meio de vacinas pagas.

Hoje, em Campo Grande, as vacinas Anti-pneumocócica e Anti-meningocócia Sorogrupo C custam entre R$ 269 e R$ 280 e R$ 110 e R$ 133, respectivamente.

A imunização pode ser encontrada nos hospitais São Lucas, durante todo o dia, da Criança, das 7 às 19 horas, e El Kadri, das 8 às 12 horas e das 13 às 19 horas, sendo que neste as vacinas estão esgotadas e deve haver a chegada de novas doses em breve. Em alguns dos centros de saúde é exigida receita médica.

No El Kadri, em apenas dois dias foram aplicadas 30 vacinas, quando a média diária era de três. No Hospital da Criança também houve aumento: o número de vacinações dobrou de cinco para dez por dia.

De acordo com dados do Instituto Pedro Arthur que realiza a campanha “Brasil sem Meningite” a doença atinge com maior facilidade crianças com até cinco anos de idade, mas também é risco para adultos. As vacinas devem ser dadas em duas ou três doses até o primeiro ano de idade e em seguida, em uma dose, respeitando a orientação médica.

O Instituto, no entanto, vem buscando a inclusão das duas vacinas na imunização gratuita oferecida pelo Ministério da Saúde e até novembro deve apresentar um projeto no Congresso Federal.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)