Cassilândia, Sábado, 20 de Abril de 2019

Últimas Notícias

21/03/2019 08:40

Após criar drone, estudante de MS é selecionado para evento no Japão

Campo Grande News

O estudante de Engenharia Elétrica da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), David Robledo Di Martini, de 20 anos, teve seu projeto selecionado para exposição na cidade de Yokohama, no Japão. O evento vai ocorrer entre 28 de julho e 02 de agosto. Ele está buscando doações pela internet, para pagar os custos da viagem.

Junto com uma equipe de dez pessoas, David participou do programa “Grande Desafio Estudantil”, que selecionou cinco projetos no mundo inteiro, sobre sistema de monitoramento em florestas e fazendas. Ele criou um drone que faz o sobrevoo em plantações de soja, filmando abaixo da folha, para identificar espécies de pragas que estejam prejudicando a produção.

Com esta seleção, ele vai receber US$ 6 mil dólares para participar do evento (Japão), no entanto precisa comprar os equipamentos (drones), além de arcar com passagem, estadia e alimentação. “Só com esta verba não vou conseguir pagar as despesas e montar meu drone, por isso comecei uma campanha na internet para arrecadar dinheiro”.

O estudante contou que para participar deste evento mundial, já conseguiu arrecadar R$ 380,00. “Nas minhas contas preciso de R$ 7,5 mil, para que junto com recurso que vou receber, possa arcar com as despesas”.

Doações - Para ganhar a “confiança” e credibilidade dos internautas, David faz questão de fazer uma prestação de contas, divulgando todos os gastos que terá na viagem. Ele citou que R$ 720,00 é o gasto com burocracia para receber o recurso do concurso, tem o custo de R$ 14 mil em equipamentos e controle do drone, assim como a passagem (área), que segundo ele, pode chegar a R$ 5.852,80.

“Como vou receber por volta de R$ 22,5 mil (US$ 6 mil dólares), ainda falta os recursos para alimentação, por volta de R$ 2.450,00, visto japonês (R$ 260,00) e hotel (R$ 4.785,00), que escolhi perto do evento, para economizar em condução”, contou ele ao Campo Grande News. A intenção é receber ajuda por meio de sua “vaquinha” on line.

Projeto – David explicou que seu drone já foi testado em uma plantação de mandioca, pois segundo ele, tem características parecidas com as pragas da soja. O aparelho possui uma haste com câmera que passa entre as fileiras da plantação, onde são capturadas as imagens.

Depois estes dados (imagens) são passados a um computador, onde o software desenvolvido pelo estudante Everton Tetila, da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), faz a identificação e contagem das pragas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 20 de Abril de 2019
09:00
Santo do dia
Sexta, 19 de Abril de 2019
11:00
Mundo Fitness
09:00
Santo do dia
Quinta, 18 de Abril de 2019
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)