Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/05/2005 13:38

Após a estiagem, queda do dólar assusta produtor

Ainda buscando se refazer das perdas provocadas pela estiagem, o sojicultor de Mato Grosso do Sul – a exemplo do que ocorre no restante do País – começa a calcular os prejuízos decorrentes da desvalorização do dólar.

Conforme o presidente do Sindicato Rural de Campo Grande, Rodolfo Vaz de Carvalho, de modo geral, os prejuízos são acentuados, porque o sojicultor contraiu dívidas com o dólar em alta e irá comercializar seu produto com a moeda americana em baixa. Nesse sentido, a colheita servirá apenas para pagar contas, anulando qualquer retorno financeiro ao produtor.

Só neste ano, o preço da soja no Estado caiu 14,91%. Os contratos de compra com as multinacionais, fornecedoras de insumos para o plantio de soja, foram firmados entre outubro e novembro. Na cotação da época, US$ 1 equivalia, em média, a R$ 2,8 – já reflexo de uma trajetória de queda.

É com base no dólar nesse patamar que o sojicultor irá pagar seus débitos referentes aos insumos. Na opinião de Rodolfo, falta boa vontade das multinacionais em negociar com os produtores.

“Elas não estão agindo na ilegalidade, mas poderiam somar esforços para não prejudicar o produtor, que não tem culpa pelas intempéries naturais e nem pelos problemas cambiais”, reclama.


Correio do Estado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)