Cassilândia, Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

21/08/2003 10:58

Aplicado mais uma vez o golpe do bilhete premiado

A aposentada Otília Ferreira da Silva, 73 anos, perdeu R$ 10 mil no golpe do “bilhete premiado”. Conforme informações da Polícia Civil, ela fazia caminhada pela manhã no bairro onde mora, o Coronel Antonino, quando um homem com “má aparência” aproximou-se, dizendo que havia ganhado R$ 333,4 mil na loteria.
No entanto, o homem, que se identificou com Zezinho, pediu a ajuda da mulher para ir até uma casa lotérica ou agência da CEF (Caixa Econômica Federal) e retirar o prêmio. Em seguida chegou outro homem, dizendo-se advogado, e propôs ajuda ao “contemplado”.
A mulher acabou sendo convencida a acompanhar a dupla até um banco e os três entraram no carro do “advogado”, um Palio vermelho. Como ainda era muito cedo e não havia agências bancárias abertas, ficaram rodando por algumas horas.
Foi o tempo suficiente para Zezinho dizer que estava desconfiado e queria uma prova de que o prêmio seria entregue a ele. O “advogado”, então, convenceu a mulher a sacar R$ 10 mil e entregar como garantia ao homem premiado.
Mas, faltava a parte do “advogado” na garantia. Os três pararam em uma esquina e o homem escreveu um bilhete, supostamente endereçado à própria esposa, solicitando que ela entregasse R$ 5 mil à aposentada.
A vítima saiu do carro para buscar o dinheiro na residência do “advogado” e a dupla aproveitou para fugir, levando os R$ 10 mil de Otília da Silva.


Campo Grande News


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Setembro de 2020
14:18
Luto
Quarta, 23 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)