Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

26/10/2004 14:02

Aplicação de recursos em Educação poderá ser controlada

Agência Câmara

A Comissão de Finanças e Tributação aprovou, na última quarta-feira, o Projeto de Lei Complementar 135/04, do deputado Bismarck Maia (PSDB-CE), que institui mecanismo de controle para garantir a correta aplicação na área de educação dos recursos vinculados pela Constituição para o setor. Pela proposta, que altera a Lei Responsabilidade Fiscal, caberá aos tribunais de contas da União, estados, Distrito Federal e municípios fiscalizar a destinação das verbas. A proposta recebeu parecer pela aprovação do relator, deputado Alexandre Santos (PP-RJ).
De acordo com o artigo 212 da Constituição, a União aplicará anualmente pelo menos 18% da receita resultante de impostos na manutenção e desenvolvimento do ensino. Estados, Distrito Federal e municípios são obrigados a destinar ao setor no mínimo 25% das respectivas receitas tributárias, inclusive as resultantes de transferências. "A vinculação da receita de impostos para a manutenção e desenvolvimento do ensino foi uma verdadeira revolução, mas para alcançar os percentuais exigidos muitos gestores incluem despesas de outra natureza, como o pagamento dos proventos de professores aposentados", alerta o autor do projeto. "Nada mais razoável, portanto, do que atribuir aos tribunais de contas a competência para apurar e fiscalizar a correta aplicação desses recursos".

Tramitação
Sujeita à apreciação do Plenário, a matéria que tramita em regime de prioridade será analisada agora pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, onde aguarda designação do relator.



Reportagem - Érica Amorim
Edição – Paulo Cesar Santos

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 22 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)