Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/05/2006 09:15

Apesar do pedido, produtores rurais vão manter protestos

Campo Grande News

Os protestos dos produtores rurais em Mato Grosso do Sul, com bloqueios nas rodovias BR-163 (temporariamente suspenso) e MS-306 e fechamento de agências fazendárias,
não irão sofrer nenhuma alteração, apesar do pedido do governo de Mato Grosso do Sul, em nota oficial, para que os produtores rurais não radicalizem as manifestações.

Para o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Laucídio Coelho Neto, o governo está certo em pedir a liberação de rodovias e a abertura das agências fazendárias, mas essa é a única alternativa encontrada para os produtores rurais para levar as reivindicações ao governo federal. “É uma pena que a classe precise chegar a esse ponto, que é contra tudo que nós pensamos. Mas é uma conversa de surdos. Nós não conseguimos ouvinte”, disse.

A presidente do Fórum Permanente de Acompanhamento do Movimento Alerta do Campo, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, diz que não há como impedir o bloqueio das rodovias e o fechamentos das agências. “Esse movimento nasceu das bases e não tem como segurar. A idéia não era trancar as rodovias, era de diminuir o fluxo e segurar a produção”, diz. “Os sindicatos são soberanos, mas não queremos agitação. Infelizmente, às vezes, isso sai do controle”.

Existe, porém, produtor que não enxerga radicalismo nos protestos feitos durante esses 10 dias. O diretor do Sindicato Rural de Bandeirantes, Luiz Carlos Gilordo Barbosa, disse que não vê exagero no bloqueio de rodovias, agências e nos 100 armazéns de Mato Grosso do Sul. “Eles estão defendendo a alimentação para as cidades”, disse.

Produtores de 40 cidades já aderiram aos protestos. Eles querem mudanças profundas na política econômica, pois alegam prejuízos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)