Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/05/2015 15:05

Apesar de pregar reforma, bancada começa dividida e mantém regra

Campo Grande News

Apesar de pregar a necessidade de reforma política, a bancada sul-mato-grossense na Câmara Federal começou o debate dividida, rejeitou mudanças e acabou mantendo o modelo atual de eleição para deputados e vereadores. A falta de consenso sinaliza indefinição sobre o que os parlamentares querem mudar.

Um dos pontos mais polêmicos do debate, o chamado “distritão”, modelo em que os deputados e vereadores seriam eleitos apenas de acordo com a quantidade de votos recebidos, no sistema majoritário, contou apenas com o voto favorável do deputado federal Carlos Marun (PMDB).

A proposta foi capitaneada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Ele, porém, nem conseguiu aglutinar seu partido. O deputado federal Geraldo Resende (PMDB-MS), por exemplo, votou pelo sistema distrital misto – em que metade das vagas seria preenchida por lista e a outra metade pelo voto majoritário em distritos.

A mesma proposta ganhou o apoio do deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM). No entanto, foi rejeitada pelo Plenário por 369 votos a 99 e 2 abstenções.

Os parlamentares sul-mato-grossenses também rejeitaram o sistema de votação em listas fechadas, que previa a distribuição das vagas de acordo com listas preordenadas pelos partidos. A votação terminou com 402 votos contra, 21 a favor e duas abstenções.

Representantes do PT na Câmara, os deputados Zeca do PT e Vander Loubet votaram contra as três opções de mudança; mesmo posicionamento de Dagoberto Nogueira (PDT) e de Elizeu Dionizio (Solidariedade). A deputada Tereza Cristina Correa da Costa Dias (PSB) não participou da votação.

Sem consenso, a Câmara acabou mantendo o atual sistema de votação para deputados e vereadores. Já no quesito financiamento privado de campanha, dos oitos parlamentares de MS, só Marun e Resende declararam-se a favor da proposta. Hoje, serão apreciadas novos pontos, como o fim das coligações proporcionais e da reeleição.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)