Cassilândia, Sábado, 24 de Agosto de 2019

Últimas Notícias

27/05/2015 15:05

Apesar de pregar reforma, bancada começa dividida e mantém regra

Campo Grande News

Apesar de pregar a necessidade de reforma política, a bancada sul-mato-grossense na Câmara Federal começou o debate dividida, rejeitou mudanças e acabou mantendo o modelo atual de eleição para deputados e vereadores. A falta de consenso sinaliza indefinição sobre o que os parlamentares querem mudar.

Um dos pontos mais polêmicos do debate, o chamado “distritão”, modelo em que os deputados e vereadores seriam eleitos apenas de acordo com a quantidade de votos recebidos, no sistema majoritário, contou apenas com o voto favorável do deputado federal Carlos Marun (PMDB).

A proposta foi capitaneada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Ele, porém, nem conseguiu aglutinar seu partido. O deputado federal Geraldo Resende (PMDB-MS), por exemplo, votou pelo sistema distrital misto – em que metade das vagas seria preenchida por lista e a outra metade pelo voto majoritário em distritos.

A mesma proposta ganhou o apoio do deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM). No entanto, foi rejeitada pelo Plenário por 369 votos a 99 e 2 abstenções.

Os parlamentares sul-mato-grossenses também rejeitaram o sistema de votação em listas fechadas, que previa a distribuição das vagas de acordo com listas preordenadas pelos partidos. A votação terminou com 402 votos contra, 21 a favor e duas abstenções.

Representantes do PT na Câmara, os deputados Zeca do PT e Vander Loubet votaram contra as três opções de mudança; mesmo posicionamento de Dagoberto Nogueira (PDT) e de Elizeu Dionizio (Solidariedade). A deputada Tereza Cristina Correa da Costa Dias (PSB) não participou da votação.

Sem consenso, a Câmara acabou mantendo o atual sistema de votação para deputados e vereadores. Já no quesito financiamento privado de campanha, dos oitos parlamentares de MS, só Marun e Resende declararam-se a favor da proposta. Hoje, serão apreciadas novos pontos, como o fim das coligações proporcionais e da reeleição.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 24 de Agosto de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Sexta, 23 de Agosto de 2019
22:52
Loterias
22:51
Loterias
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)