Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/07/2014 13:35

Apesar da concorrência de marcas, "produtos de vó" nunca saíram do mercado

Campo Grande News

Apesar das marcas famosas e internacionais, os “produtos de vó” nunca saíram das prateleiras dos supermercados. Mesmo com a concorrência dos que garantem até o rejuvenescimento, ao que tudo indica, Água de Colônia, Leite de Rosas, a linha Alma de Flores e o hidratante Nívea em potinho de latinha, têm uma clientela fiel. No dia da avó, comemorado em 26 de julho, o Lado B foi conferir o que e por quê quem é mãe duas vezes usa e não abre mão.

Sócia-proprietária da rede de supermercados Pires, Elaine Pereira de Oliveira Benitez, de 32 anos, revela que este é o tipo de produto que não pode faltar. "Nossos clientes são apegados a eles. Eu não posso nem mudar de local, tem cliente que vem todo santo dia no mercado e quando está em falta eles me avisam, olha meu sabonete em casa está acabando, você não vai comprar mais?", descreve Elaine.

Entre a lista da preferência não só dos idosos, mas de adultos acima dos 40, 50 anos, estão, além da linha Alma de Flores, os produtos Avanço e o sabonete Senador. "E não é pelo preço, porque eles não são baratos. O sabonete Alma de Flores por exemplo, é mais caro que o Palmolive, é quase R$ 5 e não pode faltar, é tradição, já faz parte do dia deles", completa.

No mercado o que não pode faltar é Leite de Rosas, Alma de Flores e Sabonete Senador.No mercado o que não pode faltar é Leite de Rosas, Alma de Flores e Sabonete Senador.

O apego a esses produtos já vem de anos, por bem dizer décadas. A aposentada Idelfonsina Carrilho Almoas, fez aniversário recentemente e ao completar 75 anos, a maioria dos presente foram produtos de beleza e higiene. Entre os cremes e sabonetes de "grife", lá estava o Alma de Flores. Quando falta o sabonete preferido em casa, ela logo pede a um dos 12 netos, que bem sabe que não adianta enfeitar muito. O negócio é a simplicidade do produto que está aí, em todos os mercados.

"Eu sempre usei, porque eu achei que fosse o melhor. É isso e o creme Nívea, mas eu não sou muito de produto não. Eu gosto de creme e sabonete", fala.

A senhorinha ainda é vaidosa e logo que a gente chega, vai passar batom vermelho para sair bem na foto. As mãos estão hidratadinhas e se reconhece o cheirinho de longe. Vem do creme Nívea, aquele de potinho de lata ainda.

Os cabelinhos brancos venceram a guerra da tintura e ela decidiu os deixar assim há 6 anos. "Mas quando eu fizer 80, vou pintar", brinca. "Isso se eu chegar lá". Coisas que toda avó diz. A cor das mechas é o que dá a aparência de vózinha à dona Idelfonsina, que é mais ativa que muito jovem por aí. "Eu faço ginástica lá no Vovó Ziza, yoga e hidroginástica, só no frio que eu não vou muito não", se justifica.

Na loja de roupas e ateliê de costura, dona Hercy Milani Bortoletto, faz o desmanche de uma peça de roupa com um creme Nívea do lado para hidratar as mãos. De óculos, cabelo cinza quase azuladinho, a senhorinha com cara de avó já tem 77 anos e oito netos. Paulista, com uma breve passagem pelo Sul, ela acumula 50 anos vividos em Campo Grande.

Entre os produtos de beleza, estão até alguns modernos para manchas e ácidos receitados pelo médico, mas o hidratante é o da embalagem azul e branca e para o rosto, Leite de Rosas. "Eu uso quando passo maquiagem para tirar, quando eu vou numa festa, coisa assim", explica Hercy.

Os produtos de vó, ao que tudo indica, devem continuar nas prateleiras e nas penteadeiras pelos próximos anos. Afinal, mais que clientela fiel, eles têm deixado marcado há anos, o cheirinhos das vovós.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)