Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/02/2007 13:08

Ao STF, Assembléia diz que OAB se equivoca sobre pensão

Maristela Brunetto e Graciliano Rocha/Campo Grande News

A Assembléia Legislativa encaminhou no final da semana passada sua resposta na Adin (ação direta de inconstitucionalidade) apresentada pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra a volta da pensão a ex-governadores. A Ordem alega que o benefício é ilegal porque é uma modalidade que não está prevista em lei e, portanto, fere a Constituição Federal.

A OAB trata o privilégio como aposentadoria. Já o assessor jurídico da Assembléia, Cleomenes Nunes da Cunha, aponta outra classificação- “pensão da graça”. Ele argumenta que não há afronta à Constituição. O benefício foi aprovado como emenda incluída na Constituição Estadual na virada do ano para atender Zeca do PT. Não foi especificada a fonte pagadora no texto aprovado.

Ele seria o primeiro governador sem a pensão. Ocorre que entre a extinção do benefício e o retorno houve a reforma da Previdência. A OAB aponta ainda na ação que não há competência dos legislativos estaduais e municipais em criar modalidades de aposentadoria.

O valor pago por mês é de R$ 22,1 mil. O STF deu tramitação acelerada à Adin. A Advocacia Geral da União está no prazo para se posicionar, depois será o Ministério Pùblico Federal e aí a matéria vai a julgamento no pleno da corte máxima. Em situação antecedente, no Amapá, a lei que previa o pagamento foi derrubada.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)