Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/12/2004 14:13

Anvisa:Restrição à venda de Novalgina é decisão judicial

Benedito Mendonça / ABr

A determinação para que o medicamento Novalgina passe a ser comprado apenas com apresentação de receita médica é uma decisão judicial, informou hoje o presidente da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), Cláudio Maierovitch, em entrevista à NBr, da TV Nacional.

"Essa não foi uma decisão da Anvisa mas, evidentemente, nós cumprimos a decisão judicial", afirmou, lembrando que a determinação aplica-se especificamente à Novalgina. "A decisão, pelo menos até o momento, não alcança outros medicamentos à base de dipirona que continuam sendo vendidos livremente",disse.

Maierovitch explicou que existem remédios que são chamados de medicamentos de venda livre, ou seja, isentos de prescrição médica. "São medicamentos que pelas avaliações que nós temos é possível fazer-se uso, sem que isso signifique um grande risco para as pessoas. Em geral são usados para sintomas como febre, dor de cabeça, algum tipo de outra dor ou inflamação e tem uma duração limitada", afirmou.

De acordo com Maierovitch, a dipirona em si é motivo de muita discussão, porque trata-se de um medicamento antigo, com mais de 80 anos. "Em função dessas discussões nós realizamos um painel de especialistas no ano passado e esse painel comparou inclusive os riscos e perigos da dipirona com o de outros analgésicos comuns, como o paracetamol e o ácidoacetilsalicílico", afirmou.

O painel, segundo ele, concluiu que "a dipirona não é mais nem menos perigosa que os demais e, portanto, ela poderia continuar sendo de venda livre". A idéia, na visão de Maierovitch, é que as pessoas tenham mais informação sobre esse tipo de medicamento e não necessariamente mais restrições.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)