Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/09/2007 21:15

Anvisa suspende venda de produtos de 14 empresas

Humberto Marques/Campo Grande News

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária determinou nesta semana a interdição, por 90 dias, do lote 0611D23 do anestésico local Alphacaine 100 (cloridrato de lidocaína mais epinefrina), da DFL Indústria e Comércio. Conforme a Anvisa, o medicamento apresentou teor do princípio ativo abaixo do especificado, o que compromete sua eficácia, bem como problemas na rotulagem – como ausência de data de fabricação e telefone do Serviço de Atendimento ao Consumidor.

A Anvisa ainda suspendeu o comércio e uso, em todo o País, de produtos de 13 empresas: todas as mercadorias da JB Marvila Produtos Naturais, de Cabo Frio/RJ; da MR. Marvila, de Campos dos Goytacazes/RJ, e os manipulados pela Farmácia Alquiotupã, do Rio de Janeiro/RJ, que não possuíam registro. Pelo mesmo motivo foram suspensas a fabricação, comércio e uso do Biodiet, da Biolife Indústria de Produtos Naturais; dos produtos da Sérgio Ferrari Santa Bárbara D’Oeste, Sunflowers Indústria e Laboratório Fitoterápico, de Araçoiaba da Serra/SP e EM Pereira e Ribeiro (Saúde e Vigor), de Campos dos Goytacazes.

Outros produtos tiveram sua suspensão por falta de registro, como o Sistema de Imagens por Ressonância Magnética MRI Max Plus, da General Eletric/Medical Systems (importado pela General do Brasil Eletric), o bloqueador solar Total Bloc FPS 30, dar Farmaervas; o Mosquiteiro Exposis, de fabricante desconhecido, e o saco para lixo hospitalar da Tekplast Indústria e Comércio de Produtos Plásticos, de São José dos Pinhais/PR. Por fim, o lote 62044 da agulha hipodérmica 27/7, da Jiangsu Xuyi K. Medical Corporation, foi interditado por não apresentar resultado satisfatório e conter partículas escuras nas embalagens.

O Óleo de Peixe Ômega 3, do Instituto Gauer, foi suspenso por não trazer no rótulo o número do registro. Já o lote 018051 do lava louças neutro da marca Ypê apresentou resultado insatisfatório no ensaio de contagem total de bactérias aeróbicas, com um total acima do permitido.

A interdição de produtos é válida por 90 dias após a divulgação no Diário Oficial, enquanto for realizada a contraprova do laudo de análise fiscal emitido por órgão-parte do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária. Durante esse prazo, os lotes interditados não podem ser comercializados ou consumidos. O número do lote é impresso na embalagem.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)