Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

Últimas Notícias

21/09/2007 21:15

Anvisa suspende venda de produtos de 14 empresas

Humberto Marques/Campo Grande News

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária determinou nesta semana a interdição, por 90 dias, do lote 0611D23 do anestésico local Alphacaine 100 (cloridrato de lidocaína mais epinefrina), da DFL Indústria e Comércio. Conforme a Anvisa, o medicamento apresentou teor do princípio ativo abaixo do especificado, o que compromete sua eficácia, bem como problemas na rotulagem – como ausência de data de fabricação e telefone do Serviço de Atendimento ao Consumidor.

A Anvisa ainda suspendeu o comércio e uso, em todo o País, de produtos de 13 empresas: todas as mercadorias da JB Marvila Produtos Naturais, de Cabo Frio/RJ; da MR. Marvila, de Campos dos Goytacazes/RJ, e os manipulados pela Farmácia Alquiotupã, do Rio de Janeiro/RJ, que não possuíam registro. Pelo mesmo motivo foram suspensas a fabricação, comércio e uso do Biodiet, da Biolife Indústria de Produtos Naturais; dos produtos da Sérgio Ferrari Santa Bárbara D’Oeste, Sunflowers Indústria e Laboratório Fitoterápico, de Araçoiaba da Serra/SP e EM Pereira e Ribeiro (Saúde e Vigor), de Campos dos Goytacazes.

Outros produtos tiveram sua suspensão por falta de registro, como o Sistema de Imagens por Ressonância Magnética MRI Max Plus, da General Eletric/Medical Systems (importado pela General do Brasil Eletric), o bloqueador solar Total Bloc FPS 30, dar Farmaervas; o Mosquiteiro Exposis, de fabricante desconhecido, e o saco para lixo hospitalar da Tekplast Indústria e Comércio de Produtos Plásticos, de São José dos Pinhais/PR. Por fim, o lote 62044 da agulha hipodérmica 27/7, da Jiangsu Xuyi K. Medical Corporation, foi interditado por não apresentar resultado satisfatório e conter partículas escuras nas embalagens.

O Óleo de Peixe Ômega 3, do Instituto Gauer, foi suspenso por não trazer no rótulo o número do registro. Já o lote 018051 do lava louças neutro da marca Ypê apresentou resultado insatisfatório no ensaio de contagem total de bactérias aeróbicas, com um total acima do permitido.

A interdição de produtos é válida por 90 dias após a divulgação no Diário Oficial, enquanto for realizada a contraprova do laudo de análise fiscal emitido por órgão-parte do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária. Durante esse prazo, os lotes interditados não podem ser comercializados ou consumidos. O número do lote é impresso na embalagem.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)