Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/10/2008 10:54

Anvisa faz alerta sobre presente do Dia das Crianças

Angela Kempfer Campo Grande News

Na hora de comprar o presente para os filhos, os pais precisam ficar atentos e se certificar de que o produto é adequado para a idade da criança. No caso de cosméticos infantis, é preciso verificar também se têm o selo de qualidade do Instituto Nacional de Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) ou registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O alerta é do diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumido do Ministério da Justiça, Ricardo Morishita.

"A primeira coisa é verificar se o brinquedo é adequado para a idade da criança. Segundo é verificar a existência do selo do Inmetro, que é a garantia da adequação do produto a um procedimento de qualidade. Outra coisa é ficar de olho nos produtos piratas: nem sempre aquilo que é bom para o bolso é bom para a saúde do consumidor", ressaltou Morishita.

Ele chamou a atenção para o aumento no consumo de cosméticos para crianças, que exige cuidado dos pais na hora da compra. "Se decidir pelo uso desses produtos, é importante verificar no selo da rotulagem o registro na Anvisa, que é quem faz o controle de todos esses cosméticos. É importante, porque tem produtos quínicos que podem causar alergias e irritações nos consumidores."

De acordo com a Anvisa, o Brasil é um dos maiores mercados mundiais de cosméticos para crianças. Para que os pais tenham certeza da qualidade do produto, devem procurar o número de registro na embalagem. Segundo a agência, para reconhecer o registro, os pais devem procurar no rótulo as iniciais MS, ANVS ou o nome Anvisa seguido de um número com 9 ou 13 dígitos, que é registro do produto no órgão.

A agência informa ainda que, para ter o registro, os produtos passam por análise da fórmula, de segurança e de rotulagem. A Anvisa recomenda que os pais usem apenas produtos indicados para crianças cuja fórmula que não agride a pele.

Trocas - Os consumidores que se sentirem lesados na compra de algum produto para o Dia da Criança devem procurar a loja ou o próprio fabricante para fazer a reclamação. O consumidor tem prazo de 90 dias para pedir que o fabricante ou a loja averigúe o problema.

Se o brinquedo oferecer algum problema, o pai pode solicitar que o revendedor ou fabricante averigúem o problema. A legislação determina que o problema seja resolvido em 30 dias.

Caso a questão não seja resolvida no prazo estabelecidoi, o consumidor pode pedir o dinheiro de volta, ou trocar o produto por outro.

Caso o produto traga algum prejuízo à saúde a criança, os pais ou responsáveis podem pedir a reparação do dano na Justiça. (Com informações da Agênica Brasil)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)