Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/07/2013 16:44

André resolve não substituir Beatriz Dobashi e adjunto será o interino

Zemil Rocha, Campo Grande News

O governador André Puccinelli não tem a intenção de nomear um substituto para Beatriz Dobashi na Secretaria Estadual de Saúde (SES). “Não terá ninguém no lugar dela. O adjunto é que vai ficar respondendo pela pasta”, informou o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Jerson Domingos (PMDB), após conversar hoje com Puccinelli. "Pelo menos essa é a intenção por enquanto", ressalvou.

Nomeado há cerca de um mês, o odontólogo Antônio Lastoria é o atual secretário-adjunto de Saúde do Estado, tendo substiuído Eugênio Martins Barros. Embora a orientação política seja que Lastória responda pela pasta interinamente, não chegou ainda à SES nenhuma orientação do governador nesse sentido.

Ele se disligou recentemente da Junta Interventora que administrava a Santa Casa de Campo Grande, com a devolução do hospital ao poder da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande).

Hoje saiu publicado no Diário Oficial do Estado a exoneração de Beatriz Dobashi do cargo de secretária estadual de Saúde. A saída ocorre depois que foi divulgada uma gravação telefônica em que Dobashi aparece apontando as dificuldades para os hospitais públicos receberem o acelerador linear para tratamento de doentes com câncer e tentando ajudar o Hospital do Câncer Alfredo Abrão a ficar com o aparelho disponibilizado pelo Ministério da Saúde para Mato Grosso do Sul.

Na conversa com o governador, o deputado Jerson Domingos diz ter percebido que o chefe do Executivo estadual estava “bastante entristecido” com a saída de Beatriz, que atua junto com ele há mais de 15 anos, desde a época em que foi prefeito de Campo Grande.

“O governador acha que quem conhece a Bia, como ela é chamada por nós, sabe que foi uma atitude de injustiça para com ela”, disse Jerson. “Sua atuação foi em questões que são administrativas, para atender a todos os hospitais. Interpretarão com o se fosse para beneficiar alguém”, lamentou o parlamentar.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)