Cassilândia, Domingo, 24 de Janeiro de 2021

Últimas Notícias

18/03/2013 13:40

Andarilho incendiou 19 veículos para se vingar de comerciantes

Campo Grande News/ Mariana Lopes

O morador de rua preso no último sábado (16), Estevão de Oliveira Alves, 32 anos, confessou à polícia que incendiou os veículos para se vingar dos proprietários das lojas onde ele costumava dormir. No total, desde a quarta-feira da semana passada, quando começaram os atentados, foram 19 veículos danificados em Campo Grande, segundo o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini.

A Polícia descarta qualquer envolvimento de uma facção criminosa surgida nos presídios de São Paulo com os ataques a veículos registrados desde a madrugada de quarta-feira na região central e áreas nobres de Campo Grande. O envolvimento de um policial mililtar também foi totalmente descartado.

De acordo com o secretário, 95% das provas apontam que o morador de rua é o autor de todos os atentados. “Ele não assumiu as tentativas do começo da semana, por isso precisamos de mais provas materiais para ter 100% de certeza”, afirmou Jacini.

Em depoimento, Estevão afirmou à polícia que ele estava revoltado com os comerciantes que sempre o enxotavam dos locais onde escolhia para se abrigar. Por outro lado, os proprietários das lojas onde o andarilho costumava dormir reclamavam que ele fazia as necessidades fisiológicas nas calçadas dos imóveis.

Estevão confessou ter queimado 7 veículos, sendo duas Hilux, uma Montana, um Gol, a camionete que vendia frutas na Praça das Araras e dois caminhões tipo munk, todos na região central de Campo Grande. Ele veio de Ponta Porã e será indiciado pelos incêndios criminosos.

O andarilho já tinha passagens pela Polícia por ameaça e perturbação ao sossego alheio. Ele foi detido na rua General Sampaio, na Vila Planalto, depois de incendiar dois caminhões em uma empresa de engenharia no mesmo bairro e levado ao Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros).

Com isso, o secretário de Justiça e Segurança Pública descarta totalmente a relação dos atentados com facção criminosa e destaca que foi ação de aproveitador. Em depoimento, o andarilho também admitiu que começou com a onda de ataques depois que viu a repercussão dos ataques em São Paulo e Santa Catarina.

Interior - Segundo Jacini, os atentados de Sidrolândia, Terenos e Três Lagoas ainda estão sendo investigados para esclarecer se há ligação com os crimes ocorridos em Campo Grande. A perícia junta dados sobre os fatos para saber se o modus operandi é o mesmo.

Na noite de ontem, foi incendiado um Monza que estava estacionado na rua rua Irmãos Cameschi, no bairro Parque São Carlos, em Três Lagoas. As chamas destruíram completamente o veículo e os moradores na região disseram à Polícia que não ouviram nada suspeito e também não viram nenhuma movimentação no local.

No sábado à noite, um Uno foi encontrado incendiado em uma ribanceira às margens da BR-262, no município de Terenos. O proprietário do veículo ainda não foi localizado. Segundo o serectário, a suspeita é de que o incêndio tenha sido acidental.

Com isso, as polícias Civil e Militar retomam a rotina, porém, o secretário afirma que o trabalho de inteligência continua em cima da atuação de facções criminosas no Estado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 23 de Janeiro de 2021
Sexta, 22 de Janeiro de 2021
13:45
Chapadão do Sul
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)