Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/05/2006 15:13

Anatel diz que plano alternativo é permanente

Agência Câmara

O presidente interino da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Plínio de Aguiar Júnior, esclareceu há pouco, ao final de audiência pública na Câmara, que o plano alternativo proposto pela agência - indicado para quem costuma realizar ligações telefônicas mais longas - será permanente e obrigatório para as operadoras. A proposta está em fase de consulta pública.
Em relação à conta telefônica, Aguiar Júnior explicou que está valendo no contrato de concessão de telefonia fixa local, prorrogado em janeiro, o detalhamento das contas sem ônus para os usuários.

Independência
Também durante a reunião, o deputado Luiz Antonio Fleury (PTB-SP) criticou a subordinação das agências de regulação ao Poder Executivo. Segundo Fleury, os outros países que adotam agências optaram pela vinculação ao Legislativo. "Tenho uma proposta de emenda à Constituição, que desde 1989 tramita na Câmara, para que as agências sejam subordinadas ao Legislativo, a fim de que tenham a independência necessária", afirmou o deputado.
Fleury condenou igualmente a falta de repasses para sustentar minimamente os serviços da Anatel. Ele disse que, enquanto as concessionárias de serviços de telefonia fixa contratam os melhores advogados para estudar a renovação dos contratos, "a Anatel não tinha sequer recursos para que seus consultores pudessem fazer os estudos necessários para a adequada renovação".
Questionado por Fleury sobre o cumprimento da determinação para que as empresas repassem ao consumidor toda a economia obtida, Aguiar Júnior afirmou que, de acordo com as novas medidas, os ganhos de produtividade anual no setor de telefonia serão medidos e compartilhados com o consumidor. "Se a produtividade foi de 4%, por exemplo, o consumidor terá 2% de desconto", assegurou o presidente da Anatel.

A conversão da tarifação das ligações telefônicas fixas locais foi discutida em audiência pública organizada pelas comissões de Defesa do Consumidor; e de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)