Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/10/2016 13:30

Análise dos vetos presidenciais prosseguirá nesta quarta-feira

Agência Câmara

O 1º secretário da Mesa Diretora do Congresso, deputado Beto Mansur (PRB-SP), adiou para hoje (5), às 14 horas, a continuidade da análise de sete vetos presidenciais que constavam da pauta do Congresso. A votação dos vetos chegou a realizada por meio de cédula eletrônica, mas, em seguida, não houve quórum de deputados para votar um requerimento de inversão da ordem dos destaques apresentados.

O governo pretendia votar antes o veto parcial ao Projeto de Lei 2290/15, do Senado, que cria o Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento do Saneamento Básico (Reisb).

Diante da falta de quórum, a deputada Erika Kokay (PT-DF) exigiu que Mansur encerrasse a sessão imediatamente. Segundo ela, o período de discussão dos vetos já havia sido encerrado e, portanto, nada mais poderia ser feito. “Como não temos quórum, e isso está claro, eu exijo que a sessão seja encerrada”, sustentou a parlamentar, por meio de questão de ordem.

Mansur chegou a argumentar que a falta de quórum para votar o requerimento de inversão não impediria a continuidade da sessão, porém, com a insistência de Kokay, que apresentou novas questões de ordem, ele decidiu determinar a suspensão dos trabalhos, propondo a retomada para o início da tarde desta quarta-feira.

Motivação
Para o deputado Domingos Sávio (PSDB-MG), a falta de quórum foi provocada por um o movimento de partidos de oposição, que deixaram de registrar presença para evitar a votação de projetos que liberam recursos para ministérios e são de interesse do governo Temer. “Não são apenas os vetos, há projetos que liberam recursos para o Ministério da Educação para garantir o Fies e para o Ministério da Agricultura para garantir o Plano Safra”, criticou Sávio.

Somente após liberar a pauta com a votação dos vetos, deputados e senadores poderiam analisar projetos de abertura de créditos suplementares.

Por sua vez, o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) disse que a culpa da falta de quórum é da própria base do governo. “Há neste momento um jantar promovido pelo presidente Michel Temer com cerca de 70 congressistas. E é por isso que não estamos tendo quórum nesta sessão aqui do Congresso Nacional”, disse Faria de Sá.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)