Cassilândia, Segunda-feira, 29 de Maio de 2017

Últimas Notícias

04/03/2009 08:55

Ampliação: prazo de parcelamento de dívidas com a União

Agência Câmara

O relator da Medida Provisória 449/08, deputado Tadeu Filippelli (PMDB-DF), decidiu ampliar a abrangência do programa de recuperação fiscal incluído na MP, estender o período de parcelamento do pagamento de dívidas com a União e retirar, do texto original, a cobrança do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nos contratos de leasing. A MP perdoa dívidas de até R$ 10 mil com a União e muda a legislação tributária.

O parecer foi apresentado a lideranças partidárias nesta terça-feira, em reunião que durou mais de 6 horas. Como não houve acordo dos líderes em torno do texto, a análise da matéria em Plenário ficou para esta quarta-feira (4).

O deputado dividiu a MP em duas partes: a primeira trata do parcelamento de débitos administrados pela Secretaria da Receita Federal e a segunda, mais extensa, refere-se ao que Filippelli chamou de temas "administrativos-fiscais". "Não mexi na segunda parte, porque ela é muito complexa e remete a inúmeras leis, mas não aceitei nada que representasse novas cobranças aos contribuintes", declarou.

A primeira parte engloba as maiores mudanças em relação ao texto original. Uma das mais importantes, na opinião do relator, é a que amplia de 60 prestações mensais (5 anos) para 240 prestações (20 anos) o prazo para pessoas físicas ou jurídicas pagarem dívidas com a União. O benefício vale para os débitos inscritos ou não na dívida ativa da União, bem como contribuições sociais e demais débitos administrados pela Receita Federal.

Parcelamentos
O projeto de conversão de Filippelli estabelece descontos proporcionais ao prazo de pagamento, com os seguintes critérios:
- pagamentos à vista terão redução de 100% das multas e de 90% sobre os juros de mora;
- parcelamentos de até 30 meses: redução de 100% das multas e de 80% dos juros;
- parcelamentos de até 60 prestações: 100% e 70%;
- até 120 prestações: 80% e 60%;
- até 180 meses: 70% e 40%; e
- até 240 parcelas: 40% e 20%.

O valor consolidado da dívida será definido na data em que for pedido o seu parcelamento. As prestações mensais não poderão ser inferiores a R$ 50, no caso de pessoa física, e a R$ 100 para pessoas jurídicas. As empresas que optarem pelo pagamento sob essas regras, segundo o projeto de conversão, poderão usar eventuais prejuízos fiscais e a base negativa da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) para abatimento da dívida. O saldo devedor, nesse caso, será recalculado após o abatimento.

Os benefícios serão cancelados caso haja atraso no pagamento de três parcelas - consecutivas ou não - a cada período de 24 meses.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 29 de Maio de 2017
Domingo, 28 de Maio de 2017
Sábado, 27 de Maio de 2017
10:00
Receita do Dia
Sexta, 26 de Maio de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)