Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

04/08/2012 07:06

Amplavisão, por Manoel Afonso

Manoel Afonso

MENSALÃO A opinião pública acredita na veracidade das denúncias, ao mesmo tempo em que critica a conduta do STF – pela morosidade processual e conduta de alguns de seus membros em relação ao mérito da questão.

A DEFESA vai procrastinar ao máximo o julgamento. É o velho jogo contra o relógio. Lembra a catimba argentina no futebol contra os brasileiros. Tudo leva a crer que esse caso pode desmoralizar de vez a justiça, cada vez mais politizada.

FRANCAMENTE Você acredita que Zé Dirceu, Delúbio e outros irão para a cadeia? Tudo bem, Lula disse que ‘tinha mais o que fazer’ do que assistir ao julgamento, mas a gente sabe que ele trabalha nos bastidores em prol da pizza.

SUSPEIÇÃO O ministro Tófoli foi nomeado por Lula, no seu currículo existem vínculos com o PT/afiliados. Não foi colocado lá por acaso, a sua capacidade e a pouca experiência são questionados pelos ‘operadores do direito’.

MEMÓRIA Ainda em 2007, na época da denuncia contra os mensaleiros, alguns dos ministros foram flagrados por jornalistas combinando o parecer. Como se vê a decisão de agora corre o risco de perder a característica da pessoalidade.

ENFIM... Julga-se as práticas incompatíveis com a ética e o direito: desonestidade, propina, apadrinhamento, clientelismo e caixa 2. Por tudo que foi divulgado na mídia, a opinião pública já tem seu veredito da culpabilidade dos réus.

NAS URNAS Os candidatos do PT querem falar de tudo, menos do mensalão. Sorte dos adversários! Como separar o partido das falcatruas se Delúbio está no banco dos réus? Aliás, neste banco falta ‘alguém’ muito importante.

CRITÉRIOS Quais deles o eleitor adotará para escolher o prefeito de sua cidade? Levará em conta o currículo/experiência na administração, ou se deixará seduzir pelas promessas genéricas embaladas pelo velho e conhecido populismo?

DUAS VERTENTES O candidato há de ter provado sua capacidade gerencial na iniciativa privada ou ainda na função pública ligada diretamente a administração. Fora disso é dizer sim as críticas e promessas genéricas inconsistentes.

ENQUANTO aguardam o horário eleitoral os candidatos visitam eleitores, entidades de classe/associações e locais de concentração como feiras livres e terminais de ônibus. Historicamente setembro é mês chave para as definições eleitorais.

PESQUISAS Mostram o eleitorado brasileiro desligado das eleições. A maioria ainda sem definir por falta de tempo e à espera do horário eleitoral para avaliar os candidatos e suas propostas. É a mania de deixar tudo para última hora.

‘CALMARIA’ Na capital as regras da justiça eleitoral são respeitadas. Aquela farra dos cartazes/ faixas/pichações é passado. As manifestações são discretas: bandeiradas e entrega de santinhos. Os candidatos adoram, pois gastam menos.

É MOLE? O fato confirma a notícia de que o eleitor quer fazer destas eleições um grande negócio. Acredite: só para permitir a adesivagem no carro na capital tem gente cobrando até 30 litros de combustível semanalmente do candidato.

ANIMAÇÃO Claudio Sertão espera que o PTN eleja pelo menos 3 vereadores dentre os 44 candidatos na capital. Instalado em 42 cidades, o partido disputará eleições em 30 delas, onde espera eleger 10 vereadores no mínimo.

NA DISPUTA Também o PPS se organizou para eleger representantes no Legislativo da capital. Na lista de 20 candidatos, representantes de vários segmentos: líder indígena, psicólogo, bombeiro, bicicleteiro e leiturista entre outros.

DESAFIO Para Bluma o PV amadureceu e a população mais envolvida com o meio ambiente. Daí sua facilidade em selecionar 27 candidatos de perfis heterogêneos para disputar a Câmara. Acredita no aumento da bancada na capital.

URNAS-2012 Pessoal da CUT esteve na AL atrás de seus interesses atrelados às eleições para tentar eleger Elza Jorge à vereança. Aliás, outros 13 profissionais da educação ligados à entidade estão concorrendo à câmara da capital.

BOM NEGÓCIO Lula dispensou as Centrais Sindicais de prestar contas ao TCU e isso incentivou a criação de centrais sindicais. Só aqui no MS temos a CUT, CGT, CGTB, FS, CTB e a Nova CT. O país se tornou o paraíso do sindicalismo.

ANOTE São 44 milhões de trabalhadores contribuindo. Em 2011 chegou a R$1,4 bilhão. A divisão do ‘bolo’: 60% aos Sindicatos, 15%-federações, 5%-confederações; 10%-Centrais e 10% retorna à União. É muito dinheiro em jogo.

O IMPOSTO sindical obrigatório é mais uma aberração que ajuda o país a ficar menos competitivo lá fora. Importar é muito mais barato: de chapas de aço para fabricar automóveis aos frágeis cabides de madeira para camisa. Pode isso?

O GOVERNO gasta; incha a máquina, não promove a reforma fiscal/tributária para desonerar a produção. Outro exemplo do reflexo do alto custo: O peixe asiático chega ao MS bem mais barato que o peixe de cativeiro e do Pantanal.

E AGORA? O preço da soja baliza o valor da terra agricultável. Em Dourados um hectare valia 400 sacas de soja. Com o produto cotado a R$80,00, quem pagará R$32 mil por hectare? O comércio de terras simplesmente está travado.

LULA: “Tenho mais coisas para fazer. Quem tem de assistir são os advogados”.



O Cassilandianews não se responsabiliza por artigos ou opiniões com autoria

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)