Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/10/2008 11:09

Amplavisão, por Manoel Afonso

Manoel Afonso

LAMENTÁVEL Apenas Nelsinho se salvou do “debate” na TV. Morena. Iara, Suel e H. Martini aquém do aceitável. Apesar de experiente na vida pública Teruel demonstrou despreparo e prolixidade. Foi o grande perdedor.

RACHADO A divisão no PT local ficou evidente nesta campanha. Cada líder com sua turma e falando idiomas diferentes. Numa ponta Zeca e na outra Delcídio, mas ambos de olho no comando do partido em 2.009.

A CAMPANHA de Teruel não agregou o pessoal do Zeca. Não se viu por exemplo a participação efetiva dos deputados Kemp, Amarildo e Paulo Duarte nos programas de televisão. Não é preciso ser “expert” para entender.

EXEMPLO Embora líder folgado nas pesquisas Nelsinho demonstrou humildade e garra como se a eleição estivesse indefinida. Sua fala no rádio e TV. passou a imagem de vigor, de quem não calçou salto alto.

OS PETISTAS dizem que Teruel surpreenderá. Levando-se em conta a sua rejeição nas pesquisas, entendo que a diferença em relação a Nelsinho irá superar as previsões. Envergonhada, a militância do PT tomou Doril.

AVALIAÇÃO Delcídio está bem mais próximo do PMDB e de André do que Zeca. O teor dos pronunciamentos do senador tem se pautado pelo comedimento, sem agressões que possam causar problemas lá na frente.

ENQUANTO isso Zeca manteve seu estilo nas campanhas interioranas onde esteve presente. Dizem que na campanha de Porto Murtinho, por exemplo, o “pau cantou” e sentindo-se em casa, o ex-governador soltou o verbo.

DOURADOS é a eleição mais comentada pelos seus ingredientes apimentados. Ganhe quem ganhar é de se perguntar: qual o futuro político do vencedor? Quem passou pela prefeitura douradense pagou um preço caríssimo.

MURILO Se vencer realiza seu maior sonho. E só após uma eventual reeleição poderia fazer outros planos. Se perder ficaria em situação desconfortável junto ao Governo e seu novo projeto político seria comprometido.

ARTUZI É o único que nada tem a perder. Mesmo em caso de derrota terá consolidado a conquista de fatia significativa do eleitorado, facilitando assim sua reeleição. Como se diz: de ingênuo ele só tem a cara.

CORUMBÁ É um caso especial no contexto estadual devido a uma série de fatores. O prefeito atual jogou certo e consolidou sua liderança sem ter problemas com André. A pergunta: Ruiter cumprirá os 4 anos de mandato?




TRÊS LAGOAS A abençoada Simone recolocou a cidade no contexto econômico do Estado exorcizando velhos males administrativos e costurando a atração de indústrias. É
um nome que sai fortalecido destas eleições.

NOVA ANDRADINA Confirmando a vitória de seu candidato, o prefeito Hashioka seria outro nome com cacife nas eleições de 2.010. Poderia tentar a Câmara Federal ou mesmo a Assembléia no lugar de Dione.

PARANAÍBA Se vencer, Mané Ovídio viabiliza projetos para 2.010. Se perder abre espaço definitivo para Diogo Tita que não esconde disposição de continuar deputado, aproveitando assim a boa fase do PMDB no Estado.

NAVIRAÍ A reeleição de Zelmo confirma o domínio do PMDB e em conseqüência a perda de pontos preciosos do deputado Onevan. Claro que esse resultado, previsto nas pesquisas, vai influenciar diretamente em 2.010.

COXIM Vencendo, Khól arma-se para 2.010 e confronta diretamente com Jr. Mochi. No caso de derrota do atual prefeito, quem também perde é Leite Schimidt, tido como exímio articulador que luta para não sair de cena.

AQUIDAUANA Pela tradição lembra Paranaíba. E política tem disso: às vezes quem não participa ganha! Alijado do pleito, Raul Freixes poderá viabilizar sua candidatura à Assembléia em 2.010. Anotem e confiram.

ÍNDIOS ELEITORES São 900 em Tacuru; mais de mil em Amambaí, centenas em P. Murtinho, Japorã e Aquidauana; mais de 1.000 em Cel. Sapucaia além de 1.500 que residem no Paraguai e votam no Brasil.

VIRADA CARIOCA Em 1965 Negrão de Lima venceu Flexa Ribeiro. Brizola engoliu Miro, Sandra e Moreira Franco em 1982. Agora Gabeira pode vencer Crivela e chegar ao 2º turno. Eleição no Rio é diferente das demais.

AS MANIPULAÇÕES das pesquisas ficaram evidentes nas eleições citadas, mas essa tática não é exclusividade do Rio. As chamadas “zebras” são o desmascaramento destas pesquisas tendenciosas para influenciar o eleitor indeciso.

CAIU NA REAL? No início da crise nos “States” Lula estava de salto alto. Depois que a Bovespa caiu e o dólar disparou ele calçou as sandálias da humildade. Agora é que veremos a competência da equipe econômica.

DÓLAR MOTEL Lula manteve a regulação da entrada de dólar e agora especuladores levam o dinheiro para outros locais em busca de juros melhores. Esse foi um erro de FHC que o PT criticava, mas não teve coragem de mudar.

VENDEU SEU VOTO? AZAR SEU!

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)