Cassilândia, Quarta-feira, 26 de Julho de 2017

Últimas Notícias

05/04/2004 16:51

Amorim garante que Brasil cumpre obrigações

Alana Gandra/Agência Brasil

O Brasil está cumprindo rigorosamente com suas obrigações internacionais, tanto as que contraiu no acordo com a Argentina, quanto as assumidas depois, no acordo com a Agência Atômica de Viena.

A garantia foi dada pelo ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, em resposta ao jornal americano Washington Post. De acordo com o jornal, o país estaria impedindo inspeções da Agência Internacional de Energia Atômica à usina de beneficiamento de urânio de Resende, no estado do Rio de Janeiro.

Amorim esclareceu que o modo de realizar essas inspeções é sempre negociado. "O país tem procurado encontrar a maneira que, ao mesmo tempo assegure que a nossa utilização de energia nuclear é totalmente para fins pacíficos e garanta a possibilidade de termos tecnologia própria nesse setor, que é tão importante economicamente, e não há razão para que o Brasil fique fora dele" afirmou.

Ele reafirmou que o Brasil nunca colocou obstáculos às inspeções, apenas negocia a forma como isso será feito. Ele ressaltou que o país tem de proteger a tecnologia que desenvolve. Amorim disse que evitaria aprofundar sua avaliação, porque os procedimentos para a inspeção ainda não foram discutidos pelo governo. O ministro lembrou que o acordo do Brasil com a Argentina já previa salvaguardas de energia atômica abrangente com a Agência Atômica.

Amorim discordou da maneira como a reportagem foi escrita e a atribuiu a interesses de alguns organismos norte-americanos, como organizações não-governamentais, a acusação feita ao Brasil. Sobre a insinuação feita pelo ex-negociador nuclear dos Estados Unidos, James E. Goodby, de que “é preciso aplicar as mesmas regras para adversários e amigos”, comparando o Brasil ao Irã e à Coréia do Norte, inimigos declarados dos norte-americanos, Amorim limitou-se a afirmar: “Deus nos livre”.

O ministro informou que nunca o governo brasileiro recebeu qualquer manifestação direta dos Estados Unidos, que leve a tratar a questão do enriquecimento de urânio como um impasse diplomático. Para ele, "há interesses de terceiros na reportagem do Post".

Amorim esclareceu que o interesse do Brasil não é construir dinamite por exemplo, mas deter tecnologia para fins de energia. “Ninguém tem dúvidas de que o nosso uso de energia nuclear é para fins pacíficos e mais do que isso, para produção de energia”, afirmou.

De acordo com Amorim, provavelmente ainda hoje o Ministério das Relações Exteriores divulga nota com a resposta brasileira à acusação do jornal norte-americano. O ministro fez as afirmações na Câmara de Comércio Americana do Rio.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 26 de Julho de 2017
Terça, 25 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
06:34
Cassilândia
Segunda, 24 de Julho de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)