Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/05/2008 16:01

Amor sem limites - Casamento curioso foi realizado em MS

Caaraponews
André NezziAndré Nezzi

“Quando a gente ama alguém de verdade, esse amor não se esquece. O tempo passa, tudo passa, mas no peito o amor permanece. E qualquer minuto longe é demais, a saudade atormenta, mas qualquer minuto perto é bom demais, o amor só aumenta.”

Esse é o trecho que inicia a música “Amor sem limites”, escrita pelo cantor e compositor Roberto Carlos. A melodia se encaixaria perfeitamente como tema do casamento realizado hoje, sexta-feira (16), no Cartório do 1º Ofício de Registro Civil Tabelionato de Caarapó. Onde o detento Gilmar de Oliveira (37), que cumpre pena por porte ilegal de arma de fogo, oficializou sua relação com a senhora Elenice Viera Pinho (32), que vive em mundo totalmente diferente, num convívio com a sociedade.

A cerimônia, apesar de algumas regras pouco convencionais, foi celebrada como manda o figurino.

O noivo chegou ao local do evento por volta das 14 horas, escoltado por policiais militares. Já à noiva, para não deixar apagar o brilho da tradição, surgiu a caráter, de vestido branco, além de um atraso de pouco mais de 10 minutos.

Mas, ao contrário dos casamentos convencionais, eles não saíram para a lua-de-mel. O noivo voltou para a sua cela e a noiva, para casa. Agora, resta ao casal superar o tempo que passarão longe um do outro para seguirem o segundo passo do processo de construção de uma família.

Lua-de-mel – A noiva contou que a lua-de-mel aconteceu um pouco antes do casório, durante visita íntima na cadeia pública de Caarapó. Elenice disse ainda que o casal já vivia maritalmente há alguns anos antes de Gilmar ser preso. A decisão de oficializar a relação veio depois que eles se tornaram evangélicos, há cerca de alguns meses, mas até então a cerimônia não teria sido viável.

“Já esperamos esse tempo todo e estamos dispostos a esperar mais ainda. Não existe barreiras quando há amor de verdade”, disse a noiva, visivelmente emocionada.

De acordo com o artigo 231, inciso II, do Código Civil, o casamento é o modo legítimo de instaurar entre os cônjuges a vida em comum. As pessoas não se casam para outro fim. Devem, portanto, viver juntas. Qualifica-se esse dever, tecnicamente, de dever de coabitação.

Mas, pelo menos por algum tempo, essa convivência entre Elenice Vieira Pinho e Gilmar de Oliveira será impossível.







Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)