Cassilândia, Quinta-feira, 30 de Março de 2017

Últimas Notícias

04/12/2012 15:54

Amigo oculto, o "tiro no pé" nas festas de fim de ano

Campo Grande News/ Elverson Cardozo

Chega o fim do ano, volta a onda do espírito natalino e, com ele, as brincadeiras e confraternizações que já viraram tradição. Trocar presentes entre os amigos, colegas de trabalho e familiares virou ritual. O problema é que muita gente não tem a mínima aptidão para identificar o gosto alheio e acaba errando feio na hora de presentear o amigo oculto.

A “bola fora”, de tão comum, parece regra. Sempre tem aquele que sai chateado por ter recebido algo que não gostou ou reclamando que comprou um presente caro e recebeu um agrado barato.

Tem quem ama receber sabonetes, outros não gostam nem de pensar na possibilidade. Porta-retrato é outro motivo de discórdia. Incensos, perfumes, aromatizantes e guloseimas também. Acertar na roupa ou no calçado é outro desafio.

A lista dos possíveis presentes “tiro no pé” é imensa, mas não há receita, até porque gosto é algo individual, felizmente. A dica é ficar atento, prestar atenção na personalidade do colega, avaliar o que ele gosta, o que costuma usar e o que prefere ler, por exemplo.

Flamenguista roxo, Juliano Figueiredo de Oliveira, de 24 anos, ganhou, certa vez, um porta-retrato do Corinthians. O jeito foi retirar os adesivos do Timão para deixar o objeto “neutro”.

Quem deu o presente foi uma secretária que havia sido contratada recentemente na empresa onde trabalhava. “Eu dei aquela disfarçada. Eu tentei pelo menos”, relembra.

Mas essa não foi a única vez. Em outra situação, Juliano recebeu um cinzeiro de presente, mas não fumava na época.

Thalita Aparecida da Cunha Oliveira, de 18 anos, não participa mais dessas brincadeiras. O último presente que recebeu não agradou. “Ganhei uma blusa feia, muita feia, parecia um pano de prato. Só olhei e falei: Obrigada”, contou.

Ivonete Borges, de 37 anos, também não levou sorte. Em um amigo oculto que participou, quando trabalhava em uma casa de família, ganhou uma chaleira. A vizinha foi a responsável pela surpresa.

“Fiquei triste, mas fazer o que? Falei que gostei”, relembrou. Para a dona de casa, trocar presente com quem não conhece é um tiro no pé.

A professora Geruza Pereira dos Santos, de 33 anos, pensa da mesma forma, mas não deixa de participar das brincadeiras de fim de ano. Leva na esportiva e valoriza as boas relações.

Apaixonada por romance e publicações de atualidades, Geruza já ganhou um livro de terror. Não chegou nem a ler. “Eu não me preocupo com o que eu vou ganhar. É tudo uma brincadeira”, comenta.

Aos 71 anos, o vendedor ambulante João Germano é mais prático. Dispensa as brincadeiras para agradecer o ano e brindar as amizades. Nem presente gosta de ganhar e não é por conta do gosto. “Sou diferente de todo mundo. Não gosto que gastem nada comigo”, explicou.

\"Sabe o que eu quero para o natal? Saúde\", acrescentou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 30 de Março de 2017
Quarta, 29 de Março de 2017
20:34
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)