Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/01/2004 08:40

Aluno com dificuldade pode ter acompanhamento

Agência Câmara

A Comissão de Educação e Cultura está analisando o Projeto de Lei 776/03, do deputado Eduardo Cunha (PPB-RJ), que prevê a criação do Programa de Incentivo ao Atendimento Voluntário para alunos com deficiência no aprendizado escolar.
De acordo com o projeto, o programa será instalado nos estabelecimentos da rede pública federal, de nível fundamental e médio. O objetivo é estimular a comunidade a participar do acompanhamento e do suporte aos estudantes que apresentarem dificuldades, ao final de cada semestre.

SERVIÇOS
Segundo o texto, a orientação e o encaminhamento oferecidos aos alunos serão decididos a critério do corpo docente. Alguns dos serviços prestados serão os atendimentos individualizados, as aulas de reforço e o auxílio nos deveres escolares. Poderão participar do programa professores ativos e inativos, especialistas em educação e pessoas que comprovarem à direção da escola capacitação para o desempenho da atividade.

REJEIÇÃO
A relatora designada pela Comissão de Educação, deputada Fátima Bezerra (PT-RN), apresentou parecer pela rejeição.
Ela argumenta que a Lei 9394/96, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional (LDB), já determina que a verificação do rendimento escolar observe a obrigatoriedade de estudos de recuperação, de preferência paralelos ao período letivo, para os casos de baixo rendimento escolar. A deputada lembra que essa legislação também prevê que o atendimento aos alunos com dificuldades na aprendizagem seja de iniciativa do próprio sistema escolar.
Fátima Bezerra acrescenta que a criação dos programas deve ficar no âmbito da instituição escolar, de acordo com as possibilidades de oferta de cada segmento, levando em consideração os recursos humanos disponíveis, a área física adequada e o grau de dificuldade apresentado. "O trabalho comunitário e voluntário tem seu valor em si mesmo, não depende de legislação, mas de solidariedade, oportunidade e altruísmo".

TRAMITAÇÃO
Se o parecer contrário à matéria for aprovado, será aberto prazo de cinco sessões para apresentação de recursos pelos deputados. Caso não haja recurso, o projeto será arquivado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)