Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

13/01/2004 08:40

Aluno com dificuldade pode ter acompanhamento

Agência Câmara

A Comissão de Educação e Cultura está analisando o Projeto de Lei 776/03, do deputado Eduardo Cunha (PPB-RJ), que prevê a criação do Programa de Incentivo ao Atendimento Voluntário para alunos com deficiência no aprendizado escolar.
De acordo com o projeto, o programa será instalado nos estabelecimentos da rede pública federal, de nível fundamental e médio. O objetivo é estimular a comunidade a participar do acompanhamento e do suporte aos estudantes que apresentarem dificuldades, ao final de cada semestre.

SERVIÇOS
Segundo o texto, a orientação e o encaminhamento oferecidos aos alunos serão decididos a critério do corpo docente. Alguns dos serviços prestados serão os atendimentos individualizados, as aulas de reforço e o auxílio nos deveres escolares. Poderão participar do programa professores ativos e inativos, especialistas em educação e pessoas que comprovarem à direção da escola capacitação para o desempenho da atividade.

REJEIÇÃO
A relatora designada pela Comissão de Educação, deputada Fátima Bezerra (PT-RN), apresentou parecer pela rejeição.
Ela argumenta que a Lei 9394/96, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional (LDB), já determina que a verificação do rendimento escolar observe a obrigatoriedade de estudos de recuperação, de preferência paralelos ao período letivo, para os casos de baixo rendimento escolar. A deputada lembra que essa legislação também prevê que o atendimento aos alunos com dificuldades na aprendizagem seja de iniciativa do próprio sistema escolar.
Fátima Bezerra acrescenta que a criação dos programas deve ficar no âmbito da instituição escolar, de acordo com as possibilidades de oferta de cada segmento, levando em consideração os recursos humanos disponíveis, a área física adequada e o grau de dificuldade apresentado. "O trabalho comunitário e voluntário tem seu valor em si mesmo, não depende de legislação, mas de solidariedade, oportunidade e altruísmo".

TRAMITAÇÃO
Se o parecer contrário à matéria for aprovado, será aberto prazo de cinco sessões para apresentação de recursos pelos deputados. Caso não haja recurso, o projeto será arquivado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)