Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

23/10/2013 08:37

Aluna diz que perdeu matrícula por não conseguir histórico escolar em faculdade

Midiamax

A acadêmica de pedagogia Cláudia Aparecida Gomes Pereira da Universidade Santo Amaro (UNISA) – pólo Campo Grande – não conseguiu transferência para outra instituição por não ter em mãos seu histórico escolar da UNISA. O pedido de requerimento do histórico escolar (nº 8100781) foi feito no dia 15 de julho e não foi entregue até agora.

Segundo Cláudia, o histórico foi solicitado via internet e pago, ficando acertado que o documento chegaria em até 15 dias. “A UNISA de São Paulo diz ter enviado o histórico e a UNISA daqui nega e as duas ficam empurrando uma para a outra a responsabilidade da entrega do documento”, conta Cláudia.

A estudante perdeu a matrícula da Uniderp, que foi feita em agosto, e está parada. Ela revela que entrou em contato inúmeras vezes com a faculdade, que sempre dizia que retornaria a ligação com a solução do problema, e nada.

Na segunda-feira (21), o marido de Claudia, prof. Antônio de Moraes, tentou diversas vezes falar com Valquíria, responsável pelas matrículas e não conseguiu. “Por cinco vezes seguidas tive o telefone desligado. Na quinta vez perguntei se foi de propósito e fui mal tratado, ameaçado com gritos por funcionário”, revela Antônio.

A secretaria do pólo de Campo Grande da UNISA, Valquíria Souza, informou que o documento tem que ser enviado pela UNISA de São Paulo. “Se não chegou até agora é porque aconteceu alguma coisa. Está faltando algo, não sei”, deduz. Valquíria contou que o coordenador do pólo de Campo Grande está averiguando a situação.

Sobre as ameaças por telefones ditas por Antônio, a secretária disse ter sido o contrário. “Nada disso aconteceu. O que nosso funcionário nos passou é que ele que foi muito mal educado”. Valquíria ainda pediu que Claudia vá pessoalmente resolver o problema. “Temos que atender outras pessoas, por telefone fica complicado”, explica.

Cansado, o casal promete tomar providências na esfera judicial por constrangimento e danos morais. “A minha esposa perdeu a transferência, prejudicando os planos de estudo para este ano. A situação tornou-se insuportável”, reclamou o professor.

A reclamação foi enviada à ouvidoria da UNISA pelo site Reclame Aqui e aos demais órgãos responsáveis pelo direito do consumidor.

A UNISA de São Paulo declarou que está buscando informações sobre o caso.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)