Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

23/10/2013 08:37

Aluna diz que perdeu matrícula por não conseguir histórico escolar em faculdade

Midiamax

A acadêmica de pedagogia Cláudia Aparecida Gomes Pereira da Universidade Santo Amaro (UNISA) – pólo Campo Grande – não conseguiu transferência para outra instituição por não ter em mãos seu histórico escolar da UNISA. O pedido de requerimento do histórico escolar (nº 8100781) foi feito no dia 15 de julho e não foi entregue até agora.

Segundo Cláudia, o histórico foi solicitado via internet e pago, ficando acertado que o documento chegaria em até 15 dias. “A UNISA de São Paulo diz ter enviado o histórico e a UNISA daqui nega e as duas ficam empurrando uma para a outra a responsabilidade da entrega do documento”, conta Cláudia.

A estudante perdeu a matrícula da Uniderp, que foi feita em agosto, e está parada. Ela revela que entrou em contato inúmeras vezes com a faculdade, que sempre dizia que retornaria a ligação com a solução do problema, e nada.

Na segunda-feira (21), o marido de Claudia, prof. Antônio de Moraes, tentou diversas vezes falar com Valquíria, responsável pelas matrículas e não conseguiu. “Por cinco vezes seguidas tive o telefone desligado. Na quinta vez perguntei se foi de propósito e fui mal tratado, ameaçado com gritos por funcionário”, revela Antônio.

A secretaria do pólo de Campo Grande da UNISA, Valquíria Souza, informou que o documento tem que ser enviado pela UNISA de São Paulo. “Se não chegou até agora é porque aconteceu alguma coisa. Está faltando algo, não sei”, deduz. Valquíria contou que o coordenador do pólo de Campo Grande está averiguando a situação.

Sobre as ameaças por telefones ditas por Antônio, a secretária disse ter sido o contrário. “Nada disso aconteceu. O que nosso funcionário nos passou é que ele que foi muito mal educado”. Valquíria ainda pediu que Claudia vá pessoalmente resolver o problema. “Temos que atender outras pessoas, por telefone fica complicado”, explica.

Cansado, o casal promete tomar providências na esfera judicial por constrangimento e danos morais. “A minha esposa perdeu a transferência, prejudicando os planos de estudo para este ano. A situação tornou-se insuportável”, reclamou o professor.

A reclamação foi enviada à ouvidoria da UNISA pelo site Reclame Aqui e aos demais órgãos responsáveis pelo direito do consumidor.

A UNISA de São Paulo declarou que está buscando informações sobre o caso.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)