Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

24/09/2014 15:15

Aluguel de casa própria para turista mais que dobra após Copa; veja dicas

Uol

O número de brasileiros que anunciaram suas próprias casas para alugar no site americano Airbnb mais que dobrou nos último seis meses, indo de 17 mil para 40 mil. O objetivo dessas é alugar os imóveis por temporada para turistas de dentro e de fora do país e, assim, garantir uma renda extra. Antes de fazer um anúncio do tipo, é preciso tomar alguns cuidados.

O Airbnb chegou ao Brasil em 2012, mas as ofertas de imóveis começaram a crescer neste ano, por causa da Copa do Mundo. Segundo o site, cerca de 120 mil turistas de outros países arrumaram hospedagem nas 12 cidades-sede do evento por meio da plataforma.

Os anfitriões brasileiros faturaram, juntos, cerca de US$ 40 milhões durante a Copa. Durante o período, a média da diária de casas e apartamentos para duas pessoas foi de R$ 330. Algumas pessoas também alugaram apenas quartos ou camas.

"Em abril de 2014 o Airbnb somava pouco mais de 17 mil anúncios espalhados pelo Brasil; hoje, são mais de 40 mil. O crescimento foi influenciado pela demanda da Copa do Mundo e acreditamos que durante a Olimpíada o mesmo vai acontecer", diz o diretor-geral do Airbnb, Christian Gessner.

Site cobra taxa de dono de imóvel e de hóspede
Quem coloca um imóvel para alugar por meio da plataforma não paga pelo anúncio, mas precisa arcar com uma taxa de 3% do valor da reserva. O site também cobra uma taxa de 6% a 12% do hóspede (quanto mais noites reservadas ou maior o preço da diária, menor a taxa).

Assim, no aluguel de um apartamento que custa R$ 100 por noite, o anfitrião irá receber R$ 97 (R$ 3 serão destinados ao Airbnb). O hóspede que alugar esse imóvel irá desembolsar de R$ 106 a R$ 112 (os R$ 6 ou R$ 12 irão para o site).

O pagamento do aluguel é intermediado pelo Airbnb, e o valor só é repassado ao locador depois que o locatário já estiver no imóvel por 24 horas.

O preço é definido pelo dono do imóvel. "Nós recomendamos que o anfitrião faça uma busca por espaços parecidos com o que ele planeja alugar para ver quanto outros usuários estão cobrando", diz Gessner.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
Sábado, 19 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)