Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/04/2007 07:40

Algodão transgênico em discussão hoje na Famasul

Thiago Fraga/Luciana Modesto

Produtores de algodão de todo o Estado se reúnem hoje (13), no auditório da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (FAMASUL), durante encontro promovido pela Ampasul (Associação Sul-mato-grossense dos Produtores de Algodão). Na pauta de discussão, a prestação de contas da entidade, questões ligadas ao algodão transgênico e o futuro do setor no Estado.

“A Ampasul é parceira estratégica para a Federação. Nossa intenção é abrir e ampliar a discussão sobre a produção e sobre a liberação do algodão transgênico. Como entidade representativa, estamos dando apoio e oferecendo todos os meios possíveis para fortalecer o setor”, afirma o presidente da FAMASUL, Ademar Silva Junior.

E o setor tem boas perspectivas para os próximos anos. “As condi! ções são favoráveis para o crescimento do setor, com cotações satisfatórias e aumento de área plantada”, conta o diretor-executivo da entidade Adão Hoffmann. Após a crise do ano passado, o cenário é otimista: mais de 40% da safra 2006/2007 foi vendida antecipadamente.

Durante a reunião, cerca de 80 associados deverão debater sobre a questão dos transgênicos em Mato Grosso do Sul. Este ano um produtor do Estado autuado teve toda a plantação embargada pela justiça. Hoffman declara que a Ampasul trabalha em conjunto com as associações de outros estados da Federação para que os transgênicos sejam liberados em breve, sob a pena do produto brasileiro perder mercado para outros países. “Não somos favoráveis ao plantio ilegal, mas mercados concorrentes já permitem os transgênicos. Ano passado tivemos uma vitória com a aprovação da Medida Provisória 327 [que diminui de 18 para 14 o número de votos necessários para aprovação de projetos ! na Comissão Nacional Técnica de Biossegurança].”

Os participantes devem discutir ainda os detalhes do lançamento da primeira marca de algodão de Mato Grosso do Sul e a criação de um selo social, a exemplo do que existe em Mato Grosso.

A reunião acontece a partir das 9h apenas para associados. O público em geral poderá acompanhar o encontro após as 10h30.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)